Alimentação Saudável

Nutricionista revela o truque simples que o vai ajudar a deixar de consumir açúcar

Seja por querer ser mais saudável, perder peso ou ambos, é isto que deve fazer.
Atenção aos donuts.

Branco, amarelo, de coco, tâmara ou mascavado. Estes são os tipos de açúcar mais conhecidos, mas não se deixe enganar. Existem mais 40 designações para o açúcar que, muitas vezes, passam despercebidas nos rótulos dos alimentos. Conclusão: consumimos uma quantidade muito maior deste ingrediente do que aquela que imaginamos e isso pode ser uma das razões para estar a engordar.

“O açúcar proporciona uma sensação de bem-estar e relaxamento e tendemos a comê-lo quando o dia corre mal, estamos tristes ou chateados. Ou seja, associamos emoções negativas ao sabor e às sensações positivas que o açúcar nos proporciona. Resultado: ficamos sempre a querer e a precisar de mais e mais açúcar”, explica à NiT a nutricionista Sónia Marcelo.

A especialista, que é autora do blogue “Dicas de uma dietista”. e autora do livro “Guerra ao Açúcar”, diz que, embora o açúcar esteja mais associado a bolos, chocolates, bolachas e sobremesas, ele está presente na maioria dos alimentos e produtos alimentares que encontramos à venda nos supermercados. No entanto, também pode ser um componente natural, como acontece com as frutas, os vegetais ou os laticínios.

Independentemente da fonte, o seu consumo deve ser sempre moderado. Com exceção do açúcar natural (presente na fruta, por exemplo), o ideal é excluir este ingrediente da sua alimentação. Como? A nutricionista garante que tem um truque: seguir as seis dicas abaixo.

1. Retire todo o açúcar visível da sua alimentação: dos pacotes de açúcar aos bolos pastelaria, passando pelas bolachas, gomas e chocolates, seja muito mais seletivo naquilo que consome.

2. Verifique sempre os rótulos de tudo o que comprar: segundo a nutricionista, se o açúcar estiver nos três primeiros ingredientes, deixe o produto na prateleira do supermercado.

Existem 45 nomes para o açúcar.

3. Atenção à escolha: “Consuma produtos com menos de dez gramas de açúcar por 100 gramas de produto. No caso dos iogurtes, deve ser com menos de cinco gramas de açúcar por 100 gramas ou 100 mililitros.”

4. Tenha alternativas doces em casa: doces, mas sem açúcar, para quando estiver com muita vontade de comer algo doce. Sónia Marcelo sugere gelatinas 0%, rebuçados sem açúcar e fruta também é sempre boa ideia.

5. Não coma quando estiver com “vontade de comer”: de acordo com a especialista, isto significa estar sem fome e só querer “compensar” emoções.

6. Adote estratégias quando tiver vontade de comer: “Beber um chá bem quente, arrumar algo, organizar coisas em casa, ir dar um passeio ou tomar um banho mais demorado são estímulos que vão fazer com que se esqueça da vontade de ingerir açúcar.”

A nutricionista garante que aos poucos o paladar vai perder o hábito do sabor do doce, sentindo-se satisfeito com alimentos sem essa característica. Contudo, alerta que não se pode querer tudo para ontem. “Este processo leva tempo. Seja persistente e não desista nos primeiros dias”, reforça.

Outro truque que pode ajudar é ter noção de alimentos mais improváveis que também têm açúcar, como o pão ou as delícias do mar. Carregue na galeria para descobrir 11 revelações.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT