Alimentação Saudável

O legume barato e muito pouco calórico que faz maravilhas pela saúde dos seus olhos

É rico em vitaminas e baixo em calorias, o que o torna super benéfico para quem quer perder peso. E é um excelente acompanhamento.
Pode ser utilizada de várias formas.

É considerado uma alternativa à batata, sobretudo na sopa, mas as qualidades deste legume bastante acessível vão muito além disso. É dos poucos vegetais em que tudo pode ser utilizado, da casca às sementes, nada é desperdiçado. O mais importante, contudo, é que reúne vários benefícios para a saúde. Dois motivos de peso para passar a incluir a abóbora nas suas refeições.

Originária da América Central é anterior às civilizações Asteca, Inca e Maia. Segundo os registos, 1500 anos antes de Cristo já fazia parte da alimentação dos Olmeca, considerada há muito como a civilização-mãe de todas as culturas mesoamericanas.

Com a chegada do Halloween é comum as abóboras serem utilizadas como decoração. Esta tradição remete para uma lenda irlandesa sobre um homem chamado Jack, que era tão inteligente ao ponto de ser capaz de enganar o Diabo duas vezes. Quando morreu, o seu espírito foi acompanhado para o outro mundo por um nabo iluminado. Mais tarde trocaram este vegetal pela abóbora porque era mais fácil de esculpir em homenagem ao sagaz personagem.

Histórias e lendas à parte, este legume é tudo menos assustador e tem muitos benefícios para a saúde. Típica dos meses de outono, a abóbora pertence à família das cucurbitáceas — a mesma do melão, melancia e pepino. É igualmente pouco calórica. Cada 100 gramas têm apenas 11 calorias e é praticamente isenta de gordura, revela a nutricionista Margarida Ribeiro da equipa “Põe-te na linha”.

Rica em vitamina C, a abóbora “contribui para o normal funcionamento do sistema imunitário, para a redução da sensação de cansaço e fadiga e promove uma função psicológica adequada”. Da lista de benefícios destaca-se o contributo positivo na saúde visual. “A vitamina A e o betacaroteno — o pigmento que lhe dá a cor amarelada e que a torna num legume com uma potente ação antioxidante — contribuem para uma visão saudável”, explica a nutricionista à NiT. Já a presença de bioflavonoides podem ajudar a prevenir doenças oncológicas. “Estes compostos funcionam como bloqueadores dos recetores de determinadas hormonas relacionadas com patologias oncológicas”, acrescenta. A abóbora é também fonte de potássio, cálcio, magnésio e fósforo.

Além destas características nutricionais é ainda uma ótima aliada não só do ambiente, como da carteira. “Tudo na abóbora é aproveitado. Tanto a polpa como as sementes e a casca possuem interesse sob o ponto de vista nutricional e podem ser utilizadas, fazendo com que não exista desperdício alimentar”, sublinha Margarida Ribeiro. Pode tostar as sementes no forno — depois de bem lavadas e secas — e adicioná-las ao iogurte, aos cereais e às sopas ou saladas. A polpa pode ser utilizada para fazer sopas, purés, doces, sobremesas ou até como acompanhamento nas refeições principais. A casca pode utilizá-la nos próximos dias como elemento decorativo para o Dia das Bruxas.

De modo a manter uma dieta nutritiva e equilibrada, a abóbora é apenas um dos muitos alimentos que deve incluir regularmente nas suas refeições. A batata, por exemplo, é útil para quem pretende eliminar o açúcar do sangue de forma natural e saudável. Já o alho francês pode ser um importante aliado para os que desejam preservar uma aparência mais jovem e cuidada.

Caso o problema sejam as digestões difíceis, aposte nas ervilhas. Se for o sono que lhe causa dores de cabeça, os kiwis e as cerejas talvez ajudem. O pêssego, por seu lado, é um importante cúmplice na luta contra a prisão de ventre.

Carregue na galeria para descobrir algumas receitas que lhe permitem usufruir dos benefícios nutricionais da abóbora de forma saborosa.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT