Alimentação Saudável

Portugueses comem duas vezes mais do que deviam, alertam os nutricionistas

O alerta é dado pela Ordem dos Nutricionistas, depois de uma análise aos dados de um estudo do INE.
Está na hora de fazer uma dieta (Foto: Eat Tasty)

São “dados assustadores”, afirma a Ordem dos Nutricionistas sobre as estatísticas reveladas num estudo realizado pelo Instituto Nacional de Estatística. De acordo com os novos números, o consumo calórico médio diário aumentou para “duas vezes o valor recomendado”, quando comparado com o anterior estudo feito entre 2012 e 2015.

“A Ordem dos Nutricionistas (…) pede ação urgente ao governo, exigindo que a política interministerial de promoção de uma alimentação saudável tenha mais ritmo e intensidade para acabar com as escolhas erradas que têm resultados nefastos para a saúde dos portugueses”, revela a Ordem.

As conclusões do estudo “Balança Alimentar 2016-2020” nota que o consumo calórico médio diário dos portugueses “representa duas vezes o valor recomendado para um adulto com um peso médio saudável”. Isto apesar de se ter registado uma redução no consumo de refrigerantes, com destaque para a liderança na tabela do consumo da água.

O confinamento provocado pela pandemia terá tido também uma notória influência nestes números com um “ligeiro decréscimo do aporte calórico e um aumento da inatividade física”. A Ordem nota que será uma mudança “que terá pouca expressão num período marcado por diminuição drástica da atividade física”.

O consumo que mais aumentou foi o de carne, peixe e ovos, tendo-se verificado uma redução na fruta e nos hortícolas. Na carne, estima-se que cada português consumiu em média 229,8 gramas por dia, um valor quatro vezes acima do recomendado.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

Novos talentos

AGENDA NiT