Alimentação Saudável

Segue uma dieta pobre em hidratos de carbono? Cuidado, pode ser perigosa

Pode conseguir perder peso a comer low carb, mas a falta deste macronutriente pode prejudicar a saúde. A nutricionista explica.
A dieta low carb é uma das mais famosas online.

As dietas e receitas low carb invadiram as redes sociais e tornaram-se um dos regimes favoritos para perder peso. Apesar de existirem sugestões de pratos sem hidratos de carbono nos blogues de nutricionistas, este macronutriente não deve ser abolido da nossa dieta alimentar. Além disso, “esta dieta pode prejudicar a nossa saúde”, assegura a nutricionista Cátia Gomes à NiT.

“Não devem ser excluídos grupos alimentares inteiros da nossa alimentação diária e todas as nossas refeições devem ser completas — incluindo fontes de proteína, hidratos de carbono e gordura”, começa por explicar.

Em que consiste a dieta low carb? “Esta forma de comer implica a retirada quase na totalidade dos hidratos de carbono. A nossa dieta deve conter entre 45 a 50 por cento de hidratos de carbono, distribuídos pelas várias refeições ao longo do dia. No entanto, este regime aconselha uma percentagem de apenas 10 por cento, ou seja, a ingestão deste macronutriente fica comprometida, o que pode prejudicar a saúde.”

Os hidratos de carbono são uma das principais fontes diretas de energia para o nosso organismo. A gordura pode também ser utilizada como recurso, mas neste caso tem de haver um processo de conversão. A energia é necessária para tudo no corpo humano: funcionamento dos órgãos, movimentos — ou seja, para a sobrevivência.

“A função cerebral depende muito da energia proveniente dos hidratos de carbono e se o organismo não a obtiver, pode começar a comprometer as restantes funções do nosso corpo”, explica a nutricionista. Assim, alguns dos possíveis problemas causados pela deficiência deste macronutriente podem ser a diminuição da nossas capacidades de concentração e cognitiva. Além de que eliminando certos alimentos, estamos a privar o organismo de determinadas vitaminas e minerais fundamentais.

Segundo a nutricionista, além de todos os problemas de saúde associados, uma dieta pobre em hidratos de carbono faz com que os quilos desapareçam de forma visível e relativamente rápida. Algo que pode ser entendido como benéfico no início, mas a determinada altura deixa de ser recomendável — começamos a perder peso pela falta de energia para os órgãos e funções vitais.

“É uma dieta que não é de todo saudável. Nós [nutricionistas] conseguimos fazer restrição calórica total sem fazer restrição apenas nos hidratos de carbono. Se existir um equilíbrio entre todos os macronutrientes (proteínas, hidratos de carbono ou gorduras) não vamos ter nenhum défice em vitaminas e minerais”, diz.

Quer saber mais sobre os métodos mais populares emagrecer? Carregue na galeria e conheça quatro dietas consideradas seguras.

 

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT