Alimentação Saudável

Tarwi Foods: a nova marca saudável que reinventou o tremoço

O produto chega ao mercado português e (brevemente) inglês em três sabores.
As saquetas são facilmente transportadas para qualquer lado.

Estávamos no verão de 2019, um dia de praia incrível no Algarve. Entre conversas, Alice Trewinnard e Catarina Gorgulho, 30 e 31 anos, respetivamente, falavam de como gostariam de vir a lançar alguma coisa na área do lifestyle e alimentação saudável. Dois anos depois: o sonho torna-se realidade com o nascimento da Tarwi Foods.

À equipa juntou-se Pedro Godinho Ramos, 34 anos, lisboeta que vive há oito anos no Reino Unido, onde trabalha como private equity investor com foco em sustentabilidade. “O Pedro, pela sua experiência e know-how em grande consumo, juntou-se à equipa e, assim, formámos este trio que, achamos nós, se complementa bastante bem”, diz à NiT Catarina (account manager na Bloomberg) e Alice (formada em dietética e nutrição, mas atualmente dedicada à criação de conteúdos digitais).

Mas, afinal, o que é a Tarwi? Uma marca que decidiu reinventar o tremoço, algo que nunca lhes passou pela cabeça.

“Apenas sabíamos que queríamos trazer um produto diferenciador e que se destacasse no mercado, e o tremoço acabou por surgir um bocadinho neste seguimento. Apesar de estar presente na cultura portuguesa há anos, sempre foi bastante menosprezado”, começa por explicar o grupo de amigos e  fundadores da Tarwi.

Segundo o trio, o tremoço é uma leguminosa simples e tão rica a nível nutricional, mas tão desvalorizada que decidiram fazer uma espécie de “rebranding” e reposicionar o tremoço como snack saudável. E assim foi.

A escolha do nome não foi difícil. Como Tarwi é uma das formas de dizer tremoço em alguns países da América do Sul, a ideia de adotar este nome surgiu ainda na altura em que faziam pesquisa para o desenvolvimento de produto.

“Além disso, achámos graça ao facto de parecer uma junção entre o nome CaTARina e o apelido TreWInnard. Parece que aí tudo fez ainda mais sentido e decidimos avançar com esse nome para a marca”, contam à NiT.

A Tarwi foi lançada, oficialmente, a 7 de fevereiro. No entanto, houve consumidores em contacto com a marca muito antes disso. “Como costumamos dizer, mais do que ser uma marca de snacks, queremos ser uma marca que promove uma boa relação com a comida junto da sua comunidade. Sentimos que, cada vez mais, a alimentação é vista por muitos como fonte de stress, ansiedade, absolutismo e frustração. Muito disso vem do excesso de informação com que somos bombardeados no nosso dia a dia sobre “o que é ser saudável”. Parece que é tudo um extremo do “tudo ou nada” e que cada vez mais fica difícil encontrar e aceitar um ponto de equilíbrio”, revelam Alice, Catarina e Pedro.

A Tarwi acredita que alimentação e bem-estar devem fazer-nos sentir bem e que são conceitos diferentes para cada um de nós, sem extremos e sem estereótipos.

“A nossa campanha foi lançada com base nisso, onde pedimos à nossa comunidade que partilhasse connosco como é que a alimentação foi fonte de positividade no último ano de 2020, um ano ainda por cima tão desafiante para todos. Ou seja, o que pretendemos foi mostrar, desde o dia 1, que mais do que lançar produtos alimentares, a nossa filosofia de marca vai muito mais além disso”, explica o trio, que nas últimas semanas tem mostrado parte dessa comunidade nas redes  sociais.

Os fundadores acreditavam que o mercado precisava de uma oferta diferente que fosse absolutamente saborosa, biológica, simples e conveniente. Apesar de estarem confiantes, não tinham a certeza de como seria a adesão. “Ou vão achar que é uma ideia de génio, ou vão achar que perdemos a cabeça”, pensaram na altura.

Felizmente, superou todas as expectativas e o trio ficou “super feliz por tantas pessoas se terem revisto no produto e conceito”. Aliás, o stock desapareceu a alta velocidade.

De momento, estão disponíveis tremoços Tarwi em três sabores: sal marinho, malagueta e manjericão. Por enquanto, estão à venda num pack de seis saquetas (duas de cada sabor) por 13€. Pode ser comprado através da loja online e (em breve) na Amazon UK.

“A nossa casca é tão fina que nem dás por ela. E, sendo que a fibra está maioritariamente na casca, é o que te permite ter um snack super saciante”, garante a marca, sugerindo o consumo do tremoço Tarwi com casca.

A marca destaca que cada saqueta contém apenas 65 calorias (o equivalente a duas bolachas de arroz) e que os tremoços são uma fonte incrível de fibra (dez gramas por saqueta).

O que diferencia esta marca de outras no mercado? “Pelos produtos que lançamos, pela relação com a nossa comunidade e pelo compromisso com o planeta. A nível de produto, queremos ser uma marca que promove produtos alimentares biológicos de elevada qualidade nutricional, mas ao mesmo tempo simples, fáceis de entender, convenientes e acessíveis para a maioria da população”, explica à NiT o grupo.

Sobre o compromisso para com o planeta, a marca tenta fazer as escolhas mais sustentáveis. “Temos um sentido de responsabilidade acrescido onde estamos dispostos a colocar o bem-estar das pessoas e do planeta face aos lucros da empresa”, continua.

Mas não se deixe enganar pelo nome da marca. No futuro, a Tarwi quer não só alargar a oferta de sabores, como também incluir nova gama de produtos, não necessariamente ligados ao tremoço. 

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT