Ginásios e outdoor

7 minutos, 7 dias: o desafio de treino para a barriga que não inclui abdominais

É uma proposta de Lucy Wyndham-Read, especialista em treinos curtos, mas com uma longa vida ligada ao treino.
Para testar durante uma semana.

São apenas sete minutos por dia (“um lusco-fusco”, como se ouvia num famoso sketch dos Gato Fedorento), para repetir durante uma semana. O que faz com que seja o tipo de exercício que pode arrumar em qualquer canto do seu dia.

A ideia é de Lucy Wyndham-Read, instrutora de Fitness com mais de 1,8 milhões de seguidores no YouTube. Certamente uma das razões pelas quais tem recolhido atenção online, é o facto de conseguir trabalhar a parte da barriga sempre de pé. Sim, não precisa de se deitar a tentar séries de abdominais.

Os abdominais, quando bem feitos, continuam a ser das formas mais eficazes de trabalhar a zona da barriga. Mas há quem tenha mais dificuldades e quem esteja a procura de algo de menor impacto. E na hora de treinar é sempre possível pedir ajuda à criatividade.

Essa é mesmo uma das características dos treinos da instrutora de fitness natural de Sussex, no Reino Unido. Falamos de um dos nomes com mais seguidores entre britânicos e com uma história curiosa por trás.

Antes de mais, eis um facto que poderá impressionar quando olhamos para Lucy Wyndham-Read: a instrutora já tem 50 anos. A sua paixão pelo fitness começou muito cedo e foi uma forma de lidar com o facto de ser alvo de ataques de bullying quando era mais nova, como a própria já contou em diferentes entrevistas.

Tinha 18 anos quando tomou a decisão de se juntar ao exército britânico. Foi algo que surpreendeu os pais, mais dados a outros mundos. A mãe era artista e o pai um cantor folk. Mas quando lhes explicou que precisava do desafio pessoal, deram-lhe todo o apoio.

Foi assim que, há mais de três décadas, se tornou cadete no exército, num tempo em que no Reino Unido ainda não havia tantas mulheres como hoje no serviço militar. O exercício, no entanto, tornou-se algo ainda mais importante na sua vida.

Lucy tem 50 anos,

Lucy tinha 21 anos quando o seu noivo, Mike, morreu num acidente de automóvel. O treino ajudou-a a lidar com a tragédia e que se tornaria algo mais do que uma carreira. Hoje em dia, continua a ser uma figura muito querida no mundo fit britânico e em tempos de pandemia foi mais um nome que cresceu, com as suas propostas de treino simples, muitos deles super curtos.

Curiosamente, as suas propostas de treino há já vários anos que eram bastante caseiras. É assim que tem ajudado milhares de seguidores a continuarem ativos, mesmo quando a rotina não é a mais fácil.

Quando, um pouco por todo o mundo, as pessoas começaram a procurar online mais formas de treinar, lá estava Lucy com várias propostas perfeitas para este tempo em que os seguidores se viram fechadas em casa mais tempo do que desejavam. E mesmo agora que, no Reino Unido como cá, se vai desconfinando, continuam várias propostas novas a surgir. Como esta.

O vídeo tem perto de 700 mil visualizações, depois de ter sido lançado há pouco mais de um mês. É um tempo que permite já ver entre os comentários quem conte a sua experiência. “Fiz isto durante uma semana e sou uma pessoa com muito peso. Perdi quatro centímetros à volta da cintura e à volta de dois nas coxas. Também consegui perder mais de 400 gramas. Vou tentar por mais uma semana”, pode ler-se.

Quem quiser aventurar-se a experimentar, basta carregar no play no vídeo abaixo. Cada passo é explicado em inglês mas é fácil de acompanhar o ritmo e cada série de movimentos de Lucy.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT