Ginásios e outdoor

A nova loja da capital que só vende roupa e sapatilhas de cânhamo “de qualidade”

Chama-se 8000Kicks + Greenfits e abriu em Campo de Ourique. Tem leggings, sapatilhas e mochilas sustentáveis.
Abriu a 19 de novembro.

A Rua Coelho da Rocha, em Campo de Ourique, ganhou uma nova loja. Fica na porta 81C, no piso térreo de um prédio de quatro andares, mesmo entre uma porta verde e o edifício rosa que faz esquina. Para quem passa nesta zona da capital, o espaço até pode ser discreto, mas para quem entra o cenário é outro.

Tops desportivos, leggings, t-shirts, sapatilhas, mochilas e até mesmo meias. À primeira vista, a oferta não é muito diferente da que já existe noutras lojas de Lisboa, mas o segredo está nos detalhes. As peças não são feitas com materiais comuns — nem pertencem a uma única marca, mas sim a três. “Coisas giras há em todo o lado. O nosso foco está na qualidade e sustentabilidade dos artigos”, explica à NiT uma das responsáveis.

A loja chama-se 8000Kicks + Greenfits, abriu a 19 de novembro e como o nome indica é a junção das duas marcas — às quais se une ainda a Hempacts. O cânhamo é a matéria-prima de eleição das três insígnias. Sim, é uma variedade da planta da canábis. E é também “um dos têxteis mais sustentáveis e de maior qualidade”.

Sofia Fernandes, de 36 anos, “apaixonada pelo desporto, pelas viagens e pela natureza”, formou-se há 15 anos como personal trainer. Devido à sua profissão, usava roupa desportiva diariamente. Escolhia as peças a dedo e não passava um dia sem que um dos seus clientes lhe perguntasse onde tinha arranjado as leggings ou onde comprava os tops.

O interesse pela moda desportiva foi crescendo, o que a levou “a pesquisar cada vez mais e a ter noção de algumas coisas”. “Apercebi-me que o impacto que a indústria têxtil tem no ambiente é enorme em termos de poluição”, contou à NiT.

Ainda assim, só tomou verdadeiramente consciência dessa realidade quando fez uma viagem à Ásia. “Lá não se vê água nos rios, é só plástico e sacos do lixo”, revela, explicando que a indústria têxtil é uma das principais responsáveis. Afinal, “é mesmo a segunda mais poluente do mundo, depois do setor do petróleo”, afirma a empreendedora. O contacto com aquela realidade desiludiu-a. “Pensei: logo agora que queria tanto criar uma linha de roupa fitness.”

No entanto, Sofia acredita que “não existe nada mais importante do que viver intensamente” e assim que chegou a Portugal começou a pesquisar alternativas. “Infelizmente, ainda não existiam licras biodegradáveis por cá.” Conversou com o marido, foi ao Brasil buscar a matéria prima e, “quando já estava tudo desenhado e planeado, chegou a pandemia”.

Com tudo fechado, grávida do terceiro filho, lembra-se de ter dito ao companheiro que o cenário era positivo, já que teria “tempo para se dedicar ao bebé e para fazer as coisas com calma”. Ainda assim, confessa ter andado “com o coração a mil”. No final, “tudo correu bem” e acabou por abrir a loja online a 23 de setembro de 2020.

Embora no início os resultados tenham ficado aquém das expectativas — “não vendemos aquilo que estávamos à espera” — quando os ginásios reabriram “as coisas arrancaram”. “Comecei a mostrar as peças, o negócio foi passando de boca em boca e tudo avançou.” A Greenfits entrou no mercado com uma linha de praia e fitness, enquanto marca que “alia qualidade, conforto e sustentabilidade, criada a pensar em mulheres ativas, exigentes, apaixonadas, que gostam de cuidar de si e do ambiente” e “corria tudo lindamente”.

Sofia descobriu as vantagens do cânhamo no mundo dos têxteis através da tia, Graça Castanho — fundadora da CannAzores e CannaPortugal —, “uma mulher empreendedora e muito interessante”, que se “debruçou sobre a legalização do canábis e do cânhamo”,

Os alicerces da nova loja começaram a ser construídos na  primeira edição da Expo Internacional de Cânhamo e de Canábis de Lisboa, que decorreu em junho deste ano. Nessa altura, Sofia e a prima Catarina Castanho, de 42 anos, resolveram criar uma segunda marca de moda casual e sustentável. Seria a Hempaction, mas acabaram por seguir outro rumo.

“Conhecemos umas pessoas que já tinham criado uma marca do género em 2015, mas que não teve grande sucesso”, diz-nos. “Não por causa dos seus fundadores, mas porque há sete anos as mentalidades ainda não estavam viradas para este conceito. O cânhamo ainda era muito associado à droga.”

Em vez de criarem algo novo, “e porque o mote da sustentabilidade é mesmo não deitar nada fora”, compraram a insígnia e, a 18 de junho de 2022, renasceu como Hempact Organic Clothes. Esta é uma “marca portuguesa que se dedica à comercialização de vestuário para homens e mulheres, com uma mentalidade jovem e aliada a um pensamento ecológico.”

Já no CannaPortugal conheceram Bernardo Carreira, de 28 anos. É diretor executivo da 8000Kicks, uma marca de sapatos e acessórios feitos a partir de cânhamo — “para serem usados diariamente enquanto se salva o planeta”, lê-se no site.

A 8000Kicks nasceu em 2019 e é “pioneira no desenvolvimento desta matéria-prima, com o objetivo de trazer de volta esta poderosa fibra natural e tornar os sapatos de cânhamo populares”. Todos feitos com “um ramo sativo, conhecido como o primo sóbrio da maconha”, esta fibra destaca-se por ser “a mais sustentável do mundo e também uma das mais duráveis”, garantem.

Sofia e Bernardo decidiram, então, procurar um espaço em Lisboa onde pudessem apresentar os seus artigos ao público. “Além de ser bom financeiramente, fazia todo o sentido porque as nossas etiquetas se complementam”, assume a fundadora da Greenfits. Cinco meses depois, tornaram a ideia real e abriram uma loja onde desenvolvem uma missão comum. “Queremos ser o mais sustentáveis possível”, explicam.

A Hempact Organic Clothes não irá lançar muitas coleções, uma vez que a “onda” de Sofia é a “slow fashion”. Como costuma acontecer nos artigos sustentáveis, os produtos têm preços que podem ser considerados elevados por alguns (entre os 28€ e os 80€), mas a qualidade “está acima da média”, garante a empreendedora à NiT. Na 8000Kicks + Greenfits nada se desperdiça, e mesmo os artigos que chegam com defeitos “mínimos”, são colocados à venda “numa área de oportunidades” a preço de custo.

No futuro, pretendem abrir mais lojas juntos e aumentar a oferta têxtil. A empreendedora coloca também a hipótese de ser criada uma linha para miúdos. Por enquanto, os artigos da Greenfits podem ser encontrados online, na Academia Life Club Odivelas e no My Fit Club em Rio Maior. Já a 8000Kicks está presente online e em lojas internacionais. Leia também este artigo da NiT e descubra como uma avó e um neto lançaram esta marca.

“A Patrícia receberá quem quiser visitar a 8000Kicks + Greenfits com toda a disponibilidade e simpatia”, garantem. Quem quiser conhecer o novo espaço da capital poderá fazê-lo de segunda a sábado das 10h30 às 19h30.

Carregue na galeria e fique a conhecer melhor a nova loja em Campo de Ourique e os artigos que lá poderá encontrar.

ver galeria

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    Rua Coelho da Rocha, 81 C
    1350-303 Lisboa
  • CONTACTOS
  • HORÁRIO
  • De segunda a sábado das 10h30 14h e das 15h às 19h30.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT