Ginásios e outdoor

A procura por Personal Trainers aumentou 83% em setembro por causa da pandemia

A vontade de fazer exercício físico ao ar livre também cresceu nos últimos meses.
É uma forma de treino mais pessoal.

Ainda que muitas das aulas de fitness online tenham vindo para ficar, as sessões presenciais regressaram com o desconfinamento. Os ginásios puderam reabrir e as pessoas tentaram voltar de alguma forma à normalidade, respeitando todas as regras de segurança e higiene. No entanto, houve mudanças e um novo estudo comprova isso: a procura por Personal Trainers aumentou 83 por cento em setembro, face ao mesmo período de 2019.

O inquérito da Fixando, que juntou mil pessoas, quis saber os hábitos de exercício dos portugueses nesta nova fase. Além do aumento da procura de PT, sabe-se que 44 por cento passou a praticar menos exercício, sendo que 43 por cento sente-se inseguro nas idas ao ginásio. 

Dos locais favoritos para a prática de desporto, destacam-se o ar livre e o domicílio — que são espaços onde se preza a segurança e distanciamento social. Já em relação ao exercício escolhido, 28 por cento prefere desportos individuais, enquanto 21 por cento opta por aulas de grupo e 20 por cento por musculação. 

Os responsáveis pelo estudo explicam este aumento com a necessidade de prática de desporto e também com o aumento da insegurança nos ginásios.

“A procura aumentou bastante, durante a pandemia e muitas pessoas passaram a querer fazer [exercício físico] em parques ou em casa. Neste momento, a maior parte das pessoas não quer voltar aos ginásios”, justifica Yasmin, uma das Personal Trainers participantes. 

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

Novos talentos

AGENDA NiT