Ginásios e outdoor

Antes e depois: Inês Soares perdeu 25 quilos num ano, “um processo longe de ser perfeito”

Mãe de duas meninas, a jovem lisboeta decidiu mudar de vida e conseguiu. Atualmente sente-se bem no seu corpo e com mais saúde.

Não existe um momento certo para mudar de vida. Inês Soares sempre teve excesso de peso, desde miúda. Na adolescência decidiu mudar e fazer desporto. Porém quando a vida adulta chegou, voltou a perder o controlo e a balança marcava quase os 3 dígitos. Depois de ser mãe percebeu que tinha de alterar o estilo de vida, não só para voltar a sentir-se bem, mas também porque queria um exemplo para as filhas.

Antes da perda de peso, tudo era um desafio. Brincar com as filhas pequenas deixava-a cansada, e sabia que aquele peso era algo que não queria carregar quando entrasse na casa dos 30 anos. “Finalmente percebi que para aproveitar verdadeiramente a minha vida e estar lá para os meus filhos, tinha de encontrar um equilíbrio, e dar prioridade à minha saúde ao mesmo tempo que sou mãe”, conta à NiT.

Inês era um daqueles casos comuns em que o ditado popular “casa de ferreiro, espeto de pau” assenta que nem uma luva. Antes da sua grande transformação, a agora nutricoach tinha uma empresa de comida saudável em que disponibilizava refeições paleo e sem glúten. Porém, raramente comia aquilo que vendia. “Adorava pizza, bolos, sangria e vinho rosé”. E os salgados ao pequeno-almoço eram a sua maior perdição.

Aos 28 anos, a jovem natural de Lisboa, decidiu que estava na hora de fazer mais por si. Dia 23 de março de 2021 cansou-se de adiar as resoluções de ano novo, e de repudiar a imagem que via ao espelho. Nesse dia fez um calendário que colocou na porta do frigorífico. O objetivo era registar o peso diariamente e se tinha (ou não) conseguido cumprir o plano alimentar e de treino. Cada dia que passava e se superava era uma vitória. O registo diário ajudou-a a manter o compromisso e a seguir a rotina à risca durante vários meses.

Os primeiros tempos não foram fáceis. “Quando comecei, a minha filha mais nova tinha um ano e meio e ainda era muito dependente de mim”. Mas isso não a parou. “Agarrava no mochila de babywearing e treinava com ela ao colo”, recorda. A mudança na alimentação, no início, foi radical. “Cortei tudo. Deixe de comer doces, salgados e processados. Optava sempre pelos alimentos mais simples, como carnes, peixes, legumes e frutas”. Ou seja, aquilo que sabemos que é saudável, mas que nem sempre temos coragem para fazer.

“O meu processo esteve longe de ser perfeito”

Um mês depois aparecerem os primeiros resultados e isso motivou-a a continuar. Instalou um pequeno ginásio em casa, e continuo a treinar sem falhar. Passados três meses começou a flexibilizar a sua alimentação. “Consegui passar a controlar quando queria comer alguma coisa fora da dieta e deixei de ser tão restrita. Esse foi o segredo para conseguir continuar a perder peso”.

Atualmente, Inês treina num ginásio para conseguir rentabilizar ainda mais os resultados e fazer treinos mais completos. Desta forma consegue ser ainda mais flexível com a sua alimentação, mas mantém-se consistente. “Durante a semana como sempre de forma saudável e equilibrada, mas ao fim-de-semana permito-me a ir jantar fora com a família ou amigos.”

“Fiz tudo sozinha”, sublinha. Como foi lutadora de kickboxing durante muitos anos, tinha já uma noção que tipo de rotina de treino podia fazer. E como trabalhava no ramo da alimentação saudável também já tinha alguns conhecimentos sobre o tipo de dieta que devia adotar. “Agora, olhando para trás, vejo que o meu processo esteve longe de ser perfeito”.

Inês Soares perdeu cerca de 25 quilos durante este ano e meio. A sua transformação foi além do físico. “Sinto-me realizada, saudável e isto deu-me um novo rumo profissional. Tornei-me nutricoach para poder ajudar outras pessoas a perderem peso.” Além disso apaixonou-se pelo exercício físico, que acredita ser a chave para o sucesso de quem quer emagrecer, mas também de uma vida saudável. “É importante escolhermos uma modalidade que gostemos e que nos faça continuar”. Porém, início, a disciplina é mais importante: “Quando começamos nunca estamos muito motivados, por isso, o objetivo é só ir, sem pensar muito”, revela.

O mais difícil ao longo o processo foi a gestão do tempo. “Conciliar a vida familiar, as miúdas, os treinos e conseguir focar-me na alimentação é muito complicado”. As tentações não foram um problema. “Encontrava sempre soluções. Nunca me privei de ir a jantares de amigos, ou de família, mas optava sempre por pratos mais saudáveis”, conta. No aniversário da mãe, por exemplo, fez-lhe um bolo de red velvet e, mas para si própria, construiu um bolo de frutas. Estas pequenas alterações fizeram com que nunca desistisse do seu objetivo principal.  Os próximos passos são continuar a ser saudável e ajudar outros a conseguirem sê-lo também.

Carregue na galeria para ver algumas fotografias do antes e depois de Inês Soares.

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT