Ginásios e outdoor

Ballet ioga: a modalidade certa para emagrecer e tonificar o corpo com graciosidade

A bailarina Sofia Bichão uniu o melhor das duas práticas em aulas onde se trabalham, em simultâneo, o corpo e a mente.
Rigor e elegância.

O ballet e o ioga são duas práticas com muitas coisas em comum. Ambas exigem concentração, flexibilidade, rigor e muita força. O que poucos sabem é que juntar os dois pode ser altamente benéfico não só para quem quer perder peso e tonificar os músculos, como para quem precisa de melhorar a postura. Sofia Bichão percebeu o quão vantajoso podia ser esta fusão e criou uma nova modalidade: o ballet ioga.

Sofia tem 31 anos e dá aulas de dança desde os 21. A fundadora da plataforma online B Body Barred (com ajuda da qual já podia praticar ballet fitness) disponibilizou agora sessões de ballet ioga. Segundo a bailarina são “aulas de condicionamento físico inspiradas no ballet e na dança contemporânea com objetivo de trabalhar corpo e mente. A esta base juntam-se os conhecimentos de ioga e de fitness, resultando numa modalidade completa e com todos os tipos de treino — cardio, tonificação, mobilidade, alongamentos, flexibilidade e bastante trabalho de reeducação postural”.

O ballet é uma paixão muito antiga na vida de Sofia, como conta à NiT. “Comecei a praticar ballet aos 3 anos. Fui para o conservatório e ainda estudei numa das escolas de dança mais conceituadas, em Roterdão”. Ainda assim confessa que teve um percurso peculiar: “sempre gostei muito de dançar, mas também tinha o bichinho da comunicação”.  Licenciou-se em dança e também em marketing e comunicação.  Nunca desistiu de nenhuma das áreas e trabalhou em ambas até ter lançado o seu projeto durante a pandemia. 

Sofia numa aula.

O ioga surgiu mais tarde, “quando comecei a interessar-me mais pelo exercício físico e mental. Trabalhamos corpo e mente e foi neste sentido que esta prática começou a fazer sentido. Interessei-me e certifiquei-me”. Para criar este novo desporto, Sofia explorou movimentos do ioga Vinyasa – “que é mais dinâmico e exigente”, explica.

Quando se fala em ballet, muitas pessoas imaginam tutus cor de rosa e bailarinas em pontas de pés. Este estilo de dança nasceu no século XV, na Itália renascentista, e depois foi desenvolvido em França e na Rússia.

Requer muitos anos de treino e aperfeiçoamento técnico, até a bailarina, ou bailarino, conseguirem realizar os movimentos — de elevada dificuldade física e técnica — com facilidade e graciosidade, como se fossem penas. Porém, para praticar ballet ioga não precisa de ter experiência em nenhuma das práticas — são utilizadas apenas como inspiração. Apenas inclui as posições básicas — e estas são ensinadas por Sofia durante as aulas.

“O objetivo é também treinar o corpo e a mente de uma só vez”, destaca. A modalidade promete melhorar o equilíbrio, a força através do foco, aumentando assim os níveis de concentração e a calma.

A combinação das duas práticas reúne o melhor dos dois mundos: no ioga “encontramos o trabalho da respiração, a flexibilidade, a torção e a força; no ballet, a força e as boas práticas que esta modalidade nos dá em relação à postura”, explica-nos Sofia Bichão, bailarina e professora desta nova modalidade.

Com este lançamento surge também a nova versão da plataforma B Body Barred que permite agendar aulas em direto; assistir a aulas gravadas que podem ser pesquisadas por categoria, tipo de treino, zona do corpo, intensidade e duração; guardar aulas e até saber quais as indicadas em caso de pré ou pós-parto. A  professora disponibiliza ainda um plano alimentar semanal passado pela nutricionista Mafalda Almeida.

Para fazer as aulas, a bailarina explica à NiT que o mais importante é a motivação, porque a nível de equipamento não é necessário muita equipamento — muito menos a famosa barra de ballet. “Basta um colchão de ioga, uma cadeira e halters para algumas aulas. Porém estes últimos podem ser facilmente substituídos por pesos caseiros (sacos de arroz ou latas de conversas, por exemplo). 

Para se inscrever e ter acesso a todas as modalidades, plano alimentar e aulas em direto, a mensalidade tem um custo de 19,67€. É também possível comprar pacotes ou aulas avulso. Se quer experimentar para perceber se gosta pode praticar durante sete dias gratuitamente para testar as suas funcionalidades e possibilidades da plataforma.   

 

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT