Ginásios e outdoor

Como ficar com um rabo igual ao de Carolina Patrocínio (sem pôr os pés no ginásio)

O personal trainer da apresentadora explicou à NiT como pode conseguir uns glúteos tonificados. Bastam 3€ e muita motivação.

Quando delineamos os objetivos que gostaríamos de atingir relativamente aos resultados do treino, é habitual procurar inspiração em personalidades que consideramos referências na área. Carolina Patrocínio é um desses exemplos. A apresentadora de 35 anos é uma das uma das figuras mais seguidas por quem gostaria de alcançar determinadas metas relativamente à boa forma física. A profissional da SIC é conhecida como uma das portuguesas mais fit das redes sociais e raramente falha um treino.

Os abdominais de Carolina Patrocínio são um dos seus atributos mais admirados — e cobiçados — e a premissa estende-se aos glúteos tonificados. A NiT falou com o personal trainer da apresentadora sobre o exercício preferido dela para trabalhar os músculos do rabo.

Para conseguir uma silhueta tonificada como a dela, não basta seguir uma alimentação saudável: é preciso praticar exercício de forma intensa, dedicada e, sobretudo, com regularidade — tal como defende Carolina com frequência. Um corpo bem definido exige trabalho e muito esforço. Mas, dentro dos vários exercícios que realiza, a amante de fitness tem um favorito, como partilhou nas redes sociais.

À NiT, o personal trainer da estrela da SIC, Virgílio Couceiro da Costa, adiantou que se trata do frog kick, sublinhando que “não é para qualquer pessoa, dada a sua complexidade” e que deve ser feito sempre com um acompanhamento profissional.

Porém, há um exercício alternativo, mais simples e que pode fazer sozinha em casa — “a ponte de glúteos”. “Se o fizer com a banda elástica estará a trabalhar principalmente os grandes e os médios glúteos, estes últimos devido à força que é necessário fazer para combater a resistência da banda elástica. No entanto, este movimento solicita outros músculos, tais como os posteriores da coxa (o bicipite femoral, o semitendinoso, o semimenbranoso e o quadricipite)”, explicou Virgílio à NiT. O personal trainer aconselha ainda que faça no mínimo, três séries diárias de 20 repetições.

Para fazer o exercício irá precisar de uma banda elástica (pode encontrar um pack de três na Decathlon por 3€). Comece por se deitar com as costas apoiadas numa superfície elevada (como um banco ou uma caixa), com os joelhos dobrados e os pés apoiados no chão. O banco deve bater abaixo das omoplatas e os pés devem estar separados à largura dos ombros. Mantendo o queixo baixo, empurre os calcanhares até que as coxas fiquem paralelas ao chão — as pernas devem formar um ângulo de 90 graus. Contraia os glúteos na parte superior e repita o movimento desde o início.

O ponte de glúteos tradicional (sem carga) é considerado um dos movimentos mais fáceis de executar, podendo ser feito tanto por principiantes ou como por pessoas com uma prática de treino mais avançada. É um exercício simples e que fortalece não só os glúteos, mas toda a zona da abdominal (o chamado core). É especialmente indicado para trabalhar os glúteos, mas também irá sentir os efeitos do esforço nos isquiotibiais, quadríceps, core e adutores de quadril.

Agora, basta começar a treinar — ainda vai a tempo de conseguir um rabo tonificado antes de meter a coleção de biquínis na mala e partir de férias.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT