Ginásios e outdoor

Do lixo ao luxo: a Louis Vuitton pegou no símbolo da reciclagem e tornou-o em algo único

As sapatilhas devem ultrapassar os milhares de euros. Se gosta da ideia, temos uma lista de modelos parecidos e mais acessíveis.
São feitas de materiais reciclados.

Virgil Abloh era considerado um génio do design. O antigo diretor criativo da Louis Vuitton, que morreu em novembro passado, transformou um símbolo banal que todos conhecem em luxo. A partir do famoso conhecido selo da reciclagem, o artista cobriu a parte superior das novas sapatilhas com um logótipo em que o L se sobrepõe ao V e termina com setas. Esta peça de arte única foi concebida por Abloh para colmatar as ofertas sustentáveis da insígnia francesa.

Este modelo é mais um que amplia o vasto legado do artista, cujo impacto na indústria continua a fazer-se sentir. Depois de ter transformado o modelo Nike Air Force 1, o estilista colocou a casa de luxo na corrida para tentar mitigar os impactos ambientais da sua produção. As novas sapatilhas sustentáveis chegam em setembro a todas as lojas da marca.

Dois logótipos muito conhecidos.

Graças, em grande parte, às contribuições de Abloh, a Louis Vuitton cimentou-se como uma das marcas mais conceituadas de sapatilhas de luxo. Antes da fusão da moda do streetstyle com a alta costura, poucas insígnias associadas à alta costura criavam desgins que fossem aceites pelas massas. Porém, atualmente quase todas têm uma linha deste tipo de calçado casual, muitas produzidas em colaboração com etiquetas desportivas.

Com esta novidade amiga do ambiente a casa de luxo francesa elevou a fasquia. Em vez de lançar algo completamente diferente, decidiu reinventar o bestseller “LV Trainer” tornando-o mais sustentável, ao ser produzido com mais de 90 por cento de materiais reciclados. Inspirado pela reciclagem, Abloh transformou símbolo que todos conhecem em algo único e inesperado. Um logótipo novo que une a casa de luxo ao movimento verde. Depois cobriram as sapatilhas brancas, clássicas, com a nova imagem. O resultado está à vista.

Segundo a marca este modelo é super leve e confortável pelas alterações que fizeram na composição da sola. E apesar do verde ser icónico por ser facilmente associado aos movimentos green, a marca apostou em mais duas cores: preto e vermelho. Em relação aos preços, apesar de ainda não terem sido revelados, espera-se um intervalo igual aos habituais para estes modelos, que podem ir dos 900 aos 300 mil euros.

A versão em verde.

Quem era Virgil Abloh?

O estilista nasceu em Rockford, Illinois, nos Estados Unidos, e sempre foi fã de hip-hop. Começou por ser DJ e só mais tarde se formou em Engenharia Civil e depois em Arquitetura. Desde 2000 que era consultor de arte de Kanye West. Em 2012, criou a primeira marca, a Pyrex Vision. A Off-White nasceu um ano depois pelas suas mãos. Mais tarde, a etiqueta acabou por ser comprada pelo grupo da Louis Vuitton. Foi o primeiro diretor criativo negro da conhecida marca de luxo.

O designer foi diagnosticado com angiossarcoma cardíaco, um tumor maligno raro no coração, em 2019. Preferiu resguardar-se durante estes últimos anos devido aos tratamentos duros a que estava a ser sujeito. Mas antes de falecer, desenhou vários modelos para a marca de luxo que estão agora a ser lançados. O estilista tinha apenas 41 anos quando morreu. Se gostaria de ter uma criação do designer no seu armário, mas os preços não são propriamente convidativos à realização desse desejo, pode sempre optar por um modelo que reflete o último lançamento que criou para a Loius Vuitton. Carregue na galeria para conhecer propostas idênticas, mas mais amigos da carteira.

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT