Ginásios e outdoor

Há um novo estúdio no norte do País onde pode fazer ioga suspenso no ar

O Boho Yoga Studio abriu em Braga e as aulas são ideais para quem tem pouca flexibilidade, mas adora experimentar novas posições.
O estúdio abriu em dezembro.

A aula começa com uma tarefa aparentemente complicada: sentarmo-nos dentro de um pano preso ao teto e colocar uma perna de cada lado. O movimento é ainda mais difícil para quem tem pouca flexibilidade. A dificuldade, ao contrário do que se possa pensar, até é benéfica, explica Mariana Maranhão, a professora deste tipo de ioga que se pratica no novo estúdio de Braga.

Chama-se aerial ioga e, como o nome indica, é feito suspenso no ar, o que acaba por facilitar a execução dos diversos movimentos. Mariana tem 25 anos e transmite uma tranquilidade e empatia que conquistam a sala. Licenciada em contabilidade e a terminar o mestrado em gestão, decidiu que não era entre os números, fechada num escritório, que queria viver a sua vida. Por isso criou o Boho Yoga Studio.

O espaço fica em Lamaçães e é impossível passar por lá sem espreitar o que se passa do outro lado das janelas, onde os alunos praticam um ioga onde nunca se toca com pés no chão. Mariana esbarrou com esta modalidade depois de uma má experiência com o ioga tradicional.

“Tinha pouca elasticidade”, confessa à NiT. Quando experimentou o aerial ioga, ficou “encantada”. “Apenas um mês depois já estava a pedir ao meu pai para instalar um pano no teto de casa”, conta.

Ultrapassada a dificuldade inicial de cada aluno se colocar na posição correta com o pano, vem a descompressão dos músculos e articulações. Sempre com o apoio do pano, baixa-se o corpo até ao chão e vira-se a pernas para um lado, o braço para o outro e estica-se tudo até ao limite. Esta é a fase crucial que ajuda os alunos a melhorar a flexibilidade, aptidão essencial para a prática do ioga.

“O Aerial Ioga é feito em suspensão o que causa uma descompressão das nossas vértebras. Há um maior relaxamento e alongamento do nosso corpo. Além de que ajuda na flexibilidade porque estamos mais leves e os nossos músculos mais soltos”, explica a professora.

A suspensão ajuda a descomprimir.

Mariana começou a aprofundar o conhecimento no final de 2019 e fez uma formação em Bali. “Foi uma experiência única porque nunca tinha viajado completamente sozinha”, conta. Quando regressou, aceitou o convite de uma amiga e começou a dar aulas no Foz Yoga Center, no Porto. 

A modalidade foi ganhando popularidade, o número de alunas foi aumentando e Mariana decidiu abrir o seu próprio estúdio em abril de 2021, em Esposende, a cidade onde vive. “A adesão foi enorme e correu mesmo muito bem. Mas tinha também muita gente a perguntar-me se dava aulas em Braga. Decidi arriscar e abrir também aqui em dezembro”, diz.

As aulas no Boho Yoga Studio têm lugar todas as terças, quartas e quintas à hora do almoço. Às quintas também há aulas ao final da tarde.

A ideia é que cada nova posição que se experimenta em cima do pano transmita uma sensação diferente de leveza, conforto, tranquilidade e equilíbrio, bem como a constante da elegância. E há sempre uma magia quando se consegue fazer as posições que aparentam ser difíceis, mas que se fazem com um par de movimentos.

“Quando fiz a formação no Ubud Yoga Center, em Bali, aprendi a gostar de estar sozinha, a persistir e esperar para conseguir fazer determinadas posições. Além de que ganhei mais confiança em mim mesma”, afirma Mariana sobre o processo de aprendizagem.

A formação nunca foi feita com o intuito de, um dia mais tarde, dar aulas. Simplesmente aconteceu. “Quando comecei a sentir que se calhar a contabilidade não era o que me fazia feliz, comecei a ponderar dar aulas de ioga. Mas nunca pensei que fosse atingir a dimensão que tem hoje”, confessa.

“Quando olhava para a minha professora ficava encantada com a leveza com que ela fazia as posturas. Gostava de um dia conseguir chegar ao nível dela e transmitir a mesma energia, relaxada, descontraída e sobretudo feliz. É isso que acho que transmito também às minhas alunas”, conta a instrutora.

Mariana dá aulas desde agosto de 2021

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    Praceta Sebastião Alba 23, 4715-397 Braga
    4715-397 Braga
  • HORÁRIO
  • Terça, Quarta e Quinta às 12H ou 13H15
  • Quinta às 18H ou 19H15
TIPO
Ginásio

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT