Ginásios e outdoor

Culturista português morre em prova na Alemanha

Marco Luís era conhecido como Monstro e praticava a modalidade desde 2005. Tinha milhares de seguidores nas redes sociais.
O culturista faleceu a 15 de abril.

“Não sou nada de publicações, muito menos deste tipo. Mas após tantas mensagens, sim, confirmo. O Marco Luís faleceu esta manhã”, pode ler-se na última publicação feita na página do culturista açoriano. A mensagem vem assinada pela mulher do português, Mariza Luís, que confirma a morte do desportista.

A morte terá ocorrido na manhã desta segunda-feira, 15 de abril, em Colónia, na Alemanha, onde estava depois de ter participado no FIBO, que decorreu entre 10 a 13 de abril, na principal feira mundial de fitness, bem-estar e saúde.

 “Estava no seu paraíso fazendo o que gosta”, lê-se no post. Tendo em conta que faleceu num país estrangeiro, a libertação do corpo pode ainda demorar alguns dias. A família está a tratar dos procedimentos para a sua trasladação para a Ilha Terceira, nos Açores, de onde era natural. 

Marco era popularmente apelidado de Monstro e praticava a modalidade desde 2005 — o mesmo ano em que casou. Durante a sua carreira conquistou vários prémios em competições de culturismo e dedicou-se também ao personal training. Tinha 7366 seguidores no TikTok e mais de três mil subscritores no Youtube, plataformas onde dava dicas de treino e vídeos motivacionais. No Instagram reuniu quase 25 mil seguidores.

“A musculação transformou-o no homem que é hoje. Autoestima nos limites, concentração no máximo em busca de um objetivo. Não desistir, nunca”, assim se lê no site de Marco Luís. Antes de se dedicar ao culturismo, o atleta praticava judo, até que foi convidado por um amigo para visitar um pequeno ginásio em Angra do Heroismo. A partir daí ficou “completamente viciado, vício esse que dura até aos dias de hoje”, como contou em entrevista ao “Tá Fitness”.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT