Ginásios e outdoor

A nova coleção desportiva da Morena é para ser usada por todas as mulheres

A marca deixou cair o Jambo, está cada vez mais sustentável e quer ajudar a vestir todos os tipos de corpos.
A nova coleção é inspirada na natureza.

A marca tornou-se conhecida como Morena Jambo, mas depois de entrarmos em pandemia, o nome mudou. As peças continuam com a mesma irreverência de sempre. Falamos da Morena (já sem Jambo) que surge com uma novíssima coleção de activewear, cinco anos depois da primeira aposta neste mercado. Agora, a aposta é diferente: a coleção é um manifesto ao corpo e à liberdade feminina.

Azenilda Tenório vivia com a filha, Yasmine Santana, em São Paulo, no Brasil, mas a falta de segurança e a violência da cidade faziam com que pensasse várias vezes em mudar de vida. Em março de 2006 conheceu Tiago Ribeiro e o novo namorado português (agora marido) fez com que as duas se mudassem para Portugal em 2007.

O seu negócio no Brasil já era a confeção de biquínis e roupa de desporto e com a vinda para Portugal, Azenilda quis trazer as suas criações para as mulheres portuguesas: “Reparei que aqui não havia tanta diversidade em termos de swim e activewear, uma oferta que é muito forte no Brasil.”

Como nasceu a Morena Jambo?

A marca é de Azenilda Tenório (50 anos), do marido Tiago Ribeiro (43 anos) e da filha Yasmine Santana (30 anos). As duas, formadas em design de moda, decidiram em 2007 que a varanda de casa iria ser transformada em atelier: “Compramos três máquinas de costura e tentamos a nossa sorte”, conta à NiT.

Um ano depois abriram a primeira loja física no Centro Comercial Parede, em Cascais. A designer queria que as costureiras passassem a ter contratos a tempo inteiro e trabalho durante 12 meses, por isso começou a produzir swimwear na primavera/verão (de março a junho) e activewear durante todo o ano (numa coleção cápsula).

Azenilda é responsável pela modelagem e pelas peças piloto. A filha e mais duas criativas desenham todas as coleções da Morena. Atualmente, empregam oito costureiras, três designers de moda, duas especialistas em marketing e ainda mais duas pessoas no corte das peças. Tiago Ribeiro é o responsável pela gestão da empresa, a sua área de formação. 

Cinco anos depois, a Morena apresenta uma nova de coleção activewear.

Em 2017 lançaram a última coleção desportiva com a atriz Helena Costa como embaixadora e nos dois anos seguintes decidiram criar apenas coleções de biquínis. Em 2020, começou a pandemia e foi aí que decidiram que a marca tinha de mudar de nome, para se adaptar mais ao público português. “Morena Jambo é o nome que se dá no Brasil às mulheres muito bronzeadas, mas em Portugal ninguém entendia. Achámos melhor mudar e ficar apenas com Morena porque a mensagem era mais clara para as nossas clientes”, explica.

A nova coleção de activewear foi lançada a 25 de novembro. Chama-se Essence e quer dar corpo à conexão corporal e espiritual da mulher que gosta de estar ligada à natureza e de fazer exercício físico em prol do seu bem-estar e serenidade. “É uma coleção muito ligada à naturalidade e simplicidade. Foi inspirada em mulheres reais, sem estereótipos, que se aceitam tal e qual como são”, diz Yasmine Santana, responsável pelo design das peças.

As modelos que deram cara a esta campanha não são exercem essa profissão. “São mulheres curvilíneas, magras, altas, baixas, cheias de marcas e histórias e muitas até foram fotografadas pela primeira vez”, conta.

A Morena quer juntar mais dessas mulheres e das suas experiências através da hashtag #MorenaEssence no Instagram. A ideia é que gravem um vídeo onde contam uma história sobre o seu corpo e o seu processo de aceitação. É uma campanha manifesto quer quer dar voz ao empoderamento feminino.

“A partir de 2016 começámos a prestar mais atenção à sustentabilidade e procuramos matérias primas cada vez mais ecológicas”, conta Azenilda. A Morena está cada vez mais preocupada em reduzir a sua pegada ambiental — através da utilização de tecidos reciclados, de um processo de confeção que não compromete a qualidade da água e protege a vida marinha dos oceanos e da não-utilização de plásticos em toda cadeia de produção e envio das encomendas. As etiquetas são feitas com papel reciclado de sementes que posteriormente podem ser plantadas, dando uma nova vida ao que outrora seria excedente.

Dez por cento do valor das vendas desta coleção revertem a favor da associação Brigada do Mar, que tem como objetivo a limpeza e descontaminação das praias e a educação ambiental e ecológica.

Neste momento, as peças da Morena estão disponíveis na loja online ou no showroom em Arroios (Lisboa). No futuro, a empresa familiar quer abrir uma nova loja no Saldanha e espera poder lançar a coleção de swimwear de março de 2022 já no novo espaço.

Para ficar já a conhecer a nova coleção Essence, carregue na galeria e descubra os seus modelos favoritos — há peças para todos os gostos.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT