Ginásios e outdoor

O festival de caminhadas que o leva a descobrir o melhor do Algarve está de volta

O evento acontece em vários pontos da serra de Monchique. O programa inclui observações astronómicas e aulas de ioga.
Uma das paisagens incríveis da serra.

Nem todos os festivais são feitos de música de vários estilos, roulottes de comida e acampamentos. No Walking Festival de Monchique, só se fazem caminhadas e sessões de ioga na natureza. A iniciativa regressa para a terceira edição nos dias 1, 2 e 3 de dezembro e conta com percursos, caminhadas especiais e temáticas que convidam a percorrer os segredos da serra algarvia.

A sensibilização para a importância da preservação ambiental e a homenagem à água são as ideias que serviram de base ao conceito que nasceu em 2021 e que se mantém neste regresso.

“A água corre nas veias da serra de Monchique. Aqui, na montanha sagrada, água é também alimento para a vida do homem e deste ecossistema tão especial”, diz a autarquia no site criado para o evento. Por isso haverá caminhadas para conhecer as cascatas e os ecossistemas que habitam naquela região.

3 dias (bem) preenchidos

O festival arranca com a caminhada Caminho d’outrora. O percurso tem um total de sete quilómetros, e a partida está marcada para as 8h45 desta sexta-feira, 1 de dezembro, nas Caldas de Monchique. O trilho vai passar pelo barranco do Lageado, área onde ainda se encontram alguns monumentos sepulcrais que remontam à pré-história Recente. Se preferir um percurso de interpretação ambiental, a sugestão é a Rota das Adelfeiras, com ponto de partida na Foia, às nove horas.

No sábado, 2, há um trilho pensado especialmente para os mais corajosos. O Percurso Pedestre das Cascatas tem 17 quilómetros e passa por nascentes e lagoas. Caso este tipo de desafios não seja para si, pode sempre fazer a rota d’O azeite e a tradição, com direito a prova no Lagar dos Pardieiros. Neste dia há ainda workshops de snack saudáveis e aulas de ioga. No final do dia, a partir das 18 horas, haverá uma caminhada de “observação astronómica”. O ponto de partida é no Miradouro do Mirante.

Para domingo estão marcadas mais algumas atividades, desde trilhos para observação de aves, passeios pelo jardim botânico ou desafios por percursos que ligam a serra ao mar.

Se é fã de caminhadas, não adie mais. A maioria das atividades são gratuitas, mas algumas já estão esgotadas. O programas e os preços podem ser consultados online. Só precisa de levar calçado e roupa apropriada e preparar-se: cada caminhada pode ter entre 12 a 22 quilómetros.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT