Ginásios e outdoor

O milagroso (e relaxante) spa que nasceu entre cavernas rochosas

Tem dedo de arquiteto e todo o projeto nasceu no famoso sistema de grutas de Matera, em Itália.
Perfeito para relaxar.

Em Matera, no sul de Itália, um enorme sistema de cavernas naturais chamado Sassi serviu, desde o Paleolítico, para acolher os habitantes locais. E assim foi até à década de 50, altura em que a vila italiana começou a ser vista como um símbolo de vergonha para o país. Ninguém aceitava que na era moderna, houvesse quem na Europa ainda habitasse grutas sem condições de higiene. 

O governo obrigou então os moradores a mudarem-se para novas habitações, criando assim uma nova cidade. Anos mais tarde, em 1993, Matera foi declarada pela UNESCO como Património Mundial e em 2019 foi reconhecida como a Capital Europeia da Cultura, com as cavernas subterrâneas a serem o maior encanto deste lugar. Nos dias de hoje, é um destino turístico bastante movimentado, atraindo mais de meio milhão de visitantes todos os anos.

É precisamente na localidade italiana que fica o Aquatio Cave Luxury Hotel & SPA, um empreendimento que resume bem a história da cidade e que foi inaugurado em 2018: o spa foi construído através da recuperação de uma série de cavernas subterrânea que remontam ao século IX. A caverna maior abriga uma piscina infinita e os duches foram integrados nas antigas cisternas, com espreguiçadeiras modeladas em material rochoso. Parece mesmo que estamos dentro de uma gruta.

O projeto arquitetónico foi executado por Cosimo dell’Acqua. O interior e a iluminação, sobretudo em tons de branco, estiveram a cargo de Simone Micheli. Depararam-se com um local encantador, mas em estado de abandono avançado, com resíduos e entulho. Depois de procederem à limpeza das instalações, reconstruíram as ligações entre as diferentes áreas e traçaram o percurso da água. Inspiraram-se naquilo que moldou as cavernas: uma única e inicial gota de água. 

“A história da Aquatio está indissociavelmente ligada à água que é vida, à gota que molda as rochas”, pode ler-se no site. Tudo começou com uma única gota de água que esculpiu o material, os espaços, o mobiliário e a estrutura. Homenageada junto à entrada principal com uma escultura de bronze de Kengiro Azuma, a gota de água “resume na sua simplicidade o sentido da vida através da metáfora do ciclo da água”.

O spa ou o centro de bem-estar como é designado pelo próprio local, é a componente central deste projeto, segundo os arquitetos. Inserido dentro de um luxuoso hotel, as paredes de calcário natural do antigo sistema de cavernas Sassi foram polidas e restauradas. O spa tem cerca de 500 metros quadrados e não faltam espaços de massagens hidratantes e purificantes para uma só pessoa ou para casais, salas de beleza e áreas de relaxamento. 

“Faça uma pausa relaxante e de bem-estar num ambiente único, evocativo e tranquilo do nosso Aquatio Spa, esculpido nas rochas. Está na hora de pensar em si”, refere o empreendimento. Entre tratamentos faciais e corporais, massagens ou rituais, pode escolher o que quiser. “Tudo o resto pode esperar.” O grande objetivo é que, neste espaço, encontre tempo para parar, respirar, relaxar e descansar.

Além dos tratamentos e massagens, também pode experimentar o circuito de bem-estar, composto por sauna, banho turco e uma piscina aquecida com jatos hidratantes. Pode usufruir deste espaço durante 60 ou 90 minutos, com preços que variam entre os 40€ e 60€.

Os restantes tratamentos têm uma duração entre 30 a 60 minutos, com preços que variam entre os 15€ e os 145€. Também pode optar por combinar diversas experiências, com valores que variam entre os 145€ e os 530€. Pode fazer a sua reserva neste site.

O spa está integrado num hotel luxuoso de cinco estrelas. São 35 quartos e suites, que “traçam estruturalmente as antigas grutas ou que foram construídos no cume da rocha e enriquecidos com tecnologias e mobiliários modernos e funcionais”. Uma noite em época baixa (em abril) para duas pessoas fica a 458€. Já em época alta (em agosto), o valor é de 398€.

Como lá chegar

O aeroporto mais próximo é o Bari International Airport-Karol Wojtyla. Se partir de Lisboa, encontra voos para Matera com uma escala e duração de 6 horas por 218€. Já se partir do Porto, encontra rotas diretas (de 3 horas de duração) a partir de 125€.

Uma vez chegado ao aeroporto, o mais fácil é alugar um carro. O percurso de 63 quilómetros demora 50 minutos.

Carregue na galeria para ver mais imagens deste spa construído numa caverna, em Itália.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT