Ginásios e outdoor

O novo ginásio do Lumiar quer ser uma casa: tem uma piscina, 4 estúdios e um jardim

O Balance Club tem vários pormenores que o tornam diferente de qualquer outro spot da cidade.
A zona da piscina.

Há mais de 30 anos, abria em Lisboa um espaço inovador chamado Eurofitness. Era um ginásio que ocupava o número 40B da Rua Amílcar Cabral — um dos primeiros na capital portuguesa. Recentemente, foi recuperado e deu vida a um novo spot de treino: o Balance Club Lumiar.

Apesar da renovação, ainda há história do antigo clube espalhada pelos 1200 metros quadrados deste ginásio. Há um jardim cá dentro que salta à vista quando se chega à receção, e era uma referência do Eurofitness. Todo o espaço desenvolve-se à volta deste elemento”, revela à NiT o CEO.

Na verdade, quase todos os espaços do grupo liderado por Pedro Simão, o Balance Company, são reconversões ou reaproveitamentos de espaços que já existiam. A ideia é precisamente a reciclagem, mantendo a preocupação com a história. Dos 21 clubes que tem abertos, apenas um foi feito de raiz.

Pedro Simão tem 41 anos e há 20 que está no mercado do fitness. Formado em Exercício e Saúde pela Faculdade de Motricidade Humana da Universidade de Lisboa, foi professor de Educação Física durante dez anos. Com o tempo, acabou por entrar no ramo da gestão e fez pós-graduações na gerência de ginásios.

“Punha uma marca a funcionar e expandia-a através do franchising e é assim até hoje. O Balance Club Lumiar é o meu 21.º espaço. Temos no nosso grupo Balance Company um segmento smart cost, com 18 ginásios, que é a Fitness Factory; e o [segmento] premium, o Balance Club, que abrimos há 13 anos nas Caldas da Rainha. Este espaço de Lisboa é o nosso primeiro Fitness Club Boutique”, conta à NiT.

Há dois anos que a obra decorria no Lumiar, sendo que os últimos nove meses foram uma consequência da pandemia. A previsão de abertura era março ou abril de 2020, mas o novo spot de treino acabou por só abrir portas a 9 de novembro.

O clube tem um piso.

O ginásio que quer ser a extensão da nossa casa

O Balance Club Lumiar tem 1200 metros quadrados na totalidade. Além de uma renovada e elegante piscina de cerca de 80 metros quadrados, o espaço tem quatro estúdios de aulas de grupo, sendo dois deles Estúdios Boutique, onde as luzes, a decoração e o som se misturam para “uma experiência única de fitness”.

Estes dois estúdios são especiais porque, além do design, estão preparados para acolher clientes externos ou internos. Ou seja, as aulas de assinatura e exclusivas dos boutique, feitas pelos criadores de modalidades do Balance Club, estão abertas a pessoas que não estão inscritas no clube. 

“São para clientes que já treinam e gostam de ter experiências exclusivas. Por exemplo, no Estúdio Flame podem fazer o Impact Fitboxing, uma aula que alia o fitboxing ao fitness, com música e luzes à mistura; ou o Fórmula 3, que conjuga treino funcional com ergómetros, funcionando com três estações e em circuito”, revela o CEO. “Estão dentro do espaço Balance mas estão preparados para aparecer dentro de qualquer canto da cidade, podem ser independentes.”

Além destas aulas, há as outras modalidades habituais, como o BodyPump, o cycling, o BodyBalance ou o ioga, por exemplo.  

O serviço de personal training é outra das grandes forças deste clube, assim como o serviço de nutrição. Aliás, “o espaço tem uma unidade de saúde que contempla fisioterapia e psicologia, sendo que arrancámos apenas com fisioterapia”, explica Pedro Simão.

O ginásio já esgotou as 500 vagas de sócios fundadores que, garante, poderão treinar em total segurança. Com a pandemia, o espaço foi redesenhado para permitir que as pessoas circulem sem se cruzarem com muita gente, garantindo também o distanciamento necessário.

Um dos estúdios boutique.

“Queremos que aqui as pessoas se sintam em casa. Aliás, que o Balance Club seja um prolongamento das suas casas. Que seja um espaço onde posso treinar, mas também onde posso ir sem treinar. Tivemos o cuidado que fosse eclético e inclusivo para que todos se sentissem bem, em qualquer ocasião, independentemente da idade.”

Tendo o grupo origem nas Caldas da Rainha, a decoração aposta em peças de autor de designers locais, como as peças de artesanato do Laboratório de Estórias ou umas mesas de trabalho de co-work com madeira — sim, o clube tem um espaço de co-work na zona lounge com mesa de trabalho, ligações USB e wi-fi. “Ali, quem nos visita pode fazer uma reunião antes de entrar ou enviar um email antes de seguir para o escritório. Lá está, é uma extensão da sua casa.”

“Também temos peças feitas à mão por locais, com árvores tipo da região, que misturam ferro com madeira. Temos pormenores que nos distinguem de um ginásio normal. Tudo foi pensado ao pormenor”, diz o CEO.

O ginásio esgotou as 500 vagas de sócios fundadores e já tem planos de expansão. Pedro Simão avançou à NiT que vai abrir mais um Balance Club em Lisboa, desta vez na Avenida da República, durante o primeiro trimestre de 2021, e que a Fitness Factory também continuará a crescer com mais quatro espaços até janeiro.

Os preços para frequentar o novo ginásio do Lumiar começam nos 7,90€ por semana. Já as aulas boutique podem ser compradas avulso ou em packs a partir de 10€.

Carregue na galeria para ficar a conhecer mais pormenores deste clube de Lisboa.

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    Rua Amílcar Cabral, N.º 40B
    1750-020 Lisboa
  • HORÁRIO
  • Segunda a sexta-feira das: 07:00
  • às: 22:00
  • Sábado e domingo das: 07:00
  • às: 13:00
PREÇO
Desde 7,90€ por semana
TIPO
Ginásio

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT