Ginásios e outdoor

O treino do momento é tão intenso quanto divertido (são 20 minutos a dançar)

Para quem se assusta com a palavra "treino" nada como substituir por outra igualmente intensa: dança.
Mais um treino com marca Tara's Body.

Foi nos anos 60 do século passado, combinando elementos do jazz, funk e música africana, que Fela Kuti começou a esculpir toda uma nova sonoridade. Chamaram-lhe Afrobeat e ao longo das últimas décadas continuou a evoluir, com a inclusão de cada vez mais elementos da música contemporânea.

Com batidas consistentes, são um daqueles casos em que é difícil ouvir sem que o pé não comece, quase involuntariamente, a tentar acompanhar o ritmo. Há muito que o impacto da música no exercício físico tem sido destacado. Mas uma das razões que nunca deve ser ignorada é das mais simples: torna mesmo tudo mais animado.

Quer seja no YouTube, onde já tem quase 350 mil seguidores, ou no Instagram, onde tem outros 165 mil seguidores, o canal Tara’s Body é projeto que nasceu este ano e que rapidamente tem conquistado atenção no mundo fitness.

A cara do canal é a modelo fitness Tara, uma jovem francesa de 22 anos que pretende dar aos seguidores uma sempre intensa dose de boa disposição.

Para quem se quer manter em forma mas não é habitualmente fã da ideia de treino, corridas ou trabalho habitual de ginásio, continua a haver boas soluções para se manter em forma.

No Tara’s Body a música é sempre componente essencial. Não precisa de dominar o francês para perceber o que se passa. Basta acompanhar os movimentos e passos de dança. E, claro, desfrutar da música.

Entre as propostas que se têm destacado há um treino de 20 minutos ao som de música brasileira. Mas o treino mais recente é mesmo já com o toque de animada eletrónica da afrobeat contemporânea, uma que continua a inspirar-se nas lições de Fela Kuti mas procura chegar ainda a mais pessoas, sempre a bom ritmo.

Se desconfia de quando ouve falar em treinos com música, porque geralmente vai acabar a fazer na mesma abdominais, só que com acompanhamento musical, desengane-se. Aqui o ponto forte é mesmo a dança, sempre em pé, sempre sem parar.

Vai ser difícil sem certos momentos acompanhar o ritmo da instrutora, e mais ainda manter o mesmo sorriso o tempo todo. Mas uma coisa é garantida: para quem gosta de dançar, vai ser animado. É que este é um daqueles treinos que promete queimar muitas calorias sem que a pessoa se aperceba.

Basta carregar no play para ver que a instrutora sabe bem dar ritmo aos seus treinos. É conhecida em França pelas animadas aulas mas conseguiu transportar para o online esse espírito. Pelos comentários de quem tem tentado os treinos, as pernas e os glúteos são um dos focos (e bem dispostas queixas no dia a seguir) destes treinos.

Os glúteos são muito mais requisitados no nosso dia a dia do que imaginamos. Subir escadas ou o simples ato de sentar ou levantar de uma cadeira são tarefas que pedem trabalho por parte destes músculos.

Para quem não é especial fã de danças há exercícios mais específicos para trabalhar esta parte do corpo. É importante realçar que quem vai treinar especificamente os glúteos deve dar prioridade ao peso corporal sem utilizar cargas externas.

Além do mais, deve ter em atenção a postura. Aproveite para carregar na galeria e descubra algumas dicas e sugestões de uma série de exercícios que o PT Dinis Silva, do grupo Fittejo, sugeriu à NiT.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT