Ginásios e outdoor

O trilho que o leva até este paraíso esquecido em Portugal

O percurso de sete horas passa por ribeiros, bosques e paisagens incríveis. As inscrições estão abertas.
Fotos de Diogo Sá Lima.

Decore esta data: 15 de novembro, domingo. É este o dia em que vai descobrir aquele que é descrito pela Green Trekker como “o paraíso esquecido”. A empresa de caminhadas refere-se à Serra do Barroso, a oitava maior elevação de Portugal Continental, com 1279 metros de altitude.

Fica no Alto Trás-os-Montes, no concelho de Boticas, e faz parte do montanhoso da Peneda-Gerês. Mais: é considerada pelas Nações Unidas, como Património Mundial agrícola. Há mais dados curiosos: a Serra do Barroso é uma formação que faz parte do Maciço Antigo, a maior e mais antiga unidade morfoestrutural da Península Ibérica com mais de 250 milhões de anos. Nela predominam o xisto e o granito, ainda que nas suas encostas cresçam pastagens que alimentam o gado.

As variações de altura desta serra criam uma uma diversidade de habitats que favorece o aparecimento de uma enorme variedade de cogumelos, mas também de espécies como o javali ou a lebre.

O ponto de encontro está marcado no Jardim do Parque da Vila de Salto, em Montalegre, às 9h30. Dali, os participantes passam por aldeias tradicionais repletas de prados, que nesta altura do ano estão com verde intenso, calçadas centenárias e propriedades cultivadas, delimitadas por muros de pedra solta.

“Sairemos de salto percorrendo por breves momentos o Ribeiro da Carvalhosa em direcção ao alto da ladeira por entre bosques de Cedros, Carvalhos, Vidoeiros e Pinheiros silvestres, admirando o sem fim de prados”, descreve a organização.

O percurso, que faz a transição da Serra da Cabreira para a do Barroso, significa uma extensão de 19 quilómetros, que são percorridos em sete horas. Mas, atenção: é uma caminhada de dificuldade exigente, pelo que só deve participar quem tem experiência prévia ou esteja em boa forma física.

Para a atividade, que acontece de acordo com as orientações da Direção-Geral da Saúde, deve levar roupa e calçado de caminhada e adequada às condições meteorológicas; água e comida; e um kit de proteção individual (composto por máscara e álcool gel).

As inscrições estão abertas no site da Green Trekker e custam 15€ por pessoa. O preço inclui o acompanhamento de um guia e os seguros necessários. Os participantes devem ter, pelo menos, 14 anos.

O percurso é incrível, mas exigente.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT