Ginásios e outdoor

Power walking: o método para quem quer ficar em forma (mas não gosta de correr)

Queima muitas calorias e tem os mesmo benefícios das corridas. O que é que se pode pedir mais?
É um intermédio entre correr e andar.

Há uma ideia generalizada de que apenas a corrida ajuda a emagrecer, enquanto a caminhada é um desperdício para queimar calorias. Pois, talvez não seja bem assim. Que tal experimentar o Power Walking, uma modalidade que é um intermédio entre correr e andar? Embora não seja novo, é um dos métodos mais populares do momento no mundo fit.

Mantém as mesmas vantagens da corrida, como o trabalho cardiovascular e a queima de calorias, mas é possível que seja mais prazeroso, sobretudo se não gosta muito correr.

“A definição de Power Walking vem quase escrita na tradução do seu nome: caminhar com ritmo e energia. A diferença em relação a caminhar é clara, pois não se trata de sair para passear. Mas é uma corrida lenta? Não, por causa da técnica, porque uma parte dos pés tem de estar sempre a tocar no chão, não há uma fase de desapego como na corrida. É caminhar rápido”, explica a PT Lola Péres, citada pela revista “Glamour” espanhola.

Esta pode ser também a modalidade ideal para quem recupera de lesões, que impedem de correr. Porém, “como qualquer atividade física, o Power Walking exige aprendizagem e técnica para ser feito de forma correta e evitar lesões futuras”, esclarece a especialista, que sublinha a importância de intervalos de descanso, como em qualquer prática.

Assim como no running, com esta modalidade, “ao caminhar-se com um ritmo elevado, movimentamos uma grande parte dos músculos de todo o corpo, sendo por isso um treino bastante completo, sobretudo na componente cardiovascular”.

Além disso, assim como todas as atividades físicas, esta modalidade traz vários benefícios mentais e físicos. Pode ajudar-nos a “reduzir o stress, o sedentarismo, a obesidade e a ansiedade”.

Este que é um exercício aeróbico tem ainda a vantagem de se poder praticar em qualquer sítio e por pessoas de qualquer idade. “É perfeito para todas as pessoas, seja qual for a sua condição física, porque a intensidade e o nível de exigência é definido por cada um e pode ser adequado ao estado físico e mental que se tenha no momento.”

Saltar à corda também é uma ótima forma de queima calorias

Há um outro exercício tão simples e em que apenas necessita de um acessório: uma corda para saltar. É uma forma eficaz para ter um corpo fit, com glúteos e pernas super tonificados. Saltar à corda queima calorias, combina trabalho muscular e cardio, é ideal para praticar em casa, e além disso, é divertido. Porém, para ser mais eficaz, existem exercício específicos. É o caso do treino da autoria da guru do fitness Krissy Cela e que está disponível na sua conta de Instagram, onde tem mais de 2,1 milhões de seguidores.

No vídeo relativo ao programa, a albanesa começa por indicar que se salte à corda entre 10 a 20 segundos levantando os joelhos, de seguida se façam 11 agachamentos com saltos, 12 burpees com saltos e, por fim, se retome por mais 10 a 20 segundos o salto à corda levantando os joelhos.

O treino deve ser repetido cinco vezes. A estrela do fitness indica ainda que, no limite, se não tiver uma corda, pode sempre fazer os mesmos movimentos imaginando que está a saltar à corda.

Krissy Cela, que inclui o salto à corda nos seus treinos, garante que este seguimento de exercícios é ideal para queimar calorias. Saiba, aliás, que 15 minutos deste movimento equivale a 30 minutos de corrida. Nesse tempo consegue queimar 300 calorias.

“Ajuda a aumentar a resistência e a fortalecer o coração, tonifica o corpo, melhora o equilíbrio, corrige a postura, desenvolve a coordenação neuromuscular e, uma boa notícia para o sexo feminino, ajuda a combater a celulite”, diz à NiT o PT Tiago Silva, o criador do grupo “No Limit Runners“.

Antes de passar para o movimento de saltar, garanta que alinha o pescoço, a cabeça e a coluna vertebral. Deve manter a barriga encolhida (ligeira contração dos abdominais), os ombros baixos, os cotovelos junto do corpo e os antebraços quase a 90 graus em relação aos braços, indica o PT.

Lembre-se também de ter as mãos à frente da bacia e, muito importante, salte sempre sobre a ponta dos dedos dos pés. Além da postura, deve ter espaço suficiente para evitar riscos de lesão. No caso das mulheres, é essencial ter um bom soutien de desporto. Não se esqueça de calçar umas boas sapatilhas e hidratar-se constantemente.

É ainda fundamental que ajuste corretamente a corda. É simples: mete um pé a meio da corda e levanta os punhos para cima ao longo do corpo. Para um iniciante, os punhos devem chegar ao nível do ombro. Se assim não for significa que a corda é curta.Além deste treino, pode sempre optar por saltar à corda seguindo estas indicações do PT Tiago Silva, é mais do que indicado para a sua saúde e para o corpo.

O que também pode ajudar a queimar muitas calorias são as tarefas domésticas. Carregue na galeria para descobrir a quantos burpees equivale fazer a cama todos os dias ou varrer a casa, entre outras coisas.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT