Ginásios e outdoor

Quando é que os miúdos devem começar a treinar num ginásio?

O exercício físico é fundamental para as crianças, seja no ginásio, piscina ou ao ar livre. O importante é mesmo mexerem-se.
Estudo envolveu milhares de famílias portuguesas.

A obesidade infantil diminuiu em todo o território nacional na última década, mas continua a atingir uma em cada três crianças portuguesas. Quase 30 por cento dos miúdos entre os seis e os oito anos sofrem de excesso de peso em Portugal. Em apenas uma década, o País passou do segundo pais europeu com maior prevalência de excesso de peso infantil para o 14.º.

Os dados são de um estudo realizado pelo COSI Portugal e que foi publicado em outubro de 2021. Este documento afirma ainda que a “evolução positiva [de Portugal], e ainda pouco frequente em outras regiões internacionais, pode resultar de várias iniciativas conduzidas pelo Estado Português, pelos profissionais do Serviço Nacional de Saúde e partes interessadas nesta matéria.” Tanto as escolas como os pais em casa têm incentivado as crianças a praticarem exercício físico, quer seja em desporto escolar ou em atividades extracurriculares. 

A infância e a adolescência são períodos críticos de remodelação e reestruturação dos ossos. “Exercício físico de moderada e alta intensidade e de impacto com o solo são benéficos para as faixas etárias mais baixas”, explica Sara Monteiro, PT do ginásio FITTEJO à NiT.

O problema começa muitas vezes em querer que as crianças comam de tudo e em grandes quantidades, sem que tenham um exercício físico complementar que ajude a libertar o excesso de calorias. A partir dos seis anos começa o período crítico para o desenvolvimento das habilidades fundamentais do ser humano. “Está considerado que entre os seis e os 10 anos é o período sensível em que os miúdos absorvem ao máximo o que lhes ensinam a nível motor”, acrescenta a especialista.

Segundo Sara Monteiro, “o treino permite a redução do perímetro da cintura e da gordura corporal em crianças e jovens obesos, sem qualquer interferência negativa no seu crescimento”, quando feito de forma adequada. Mas não é apenas no peso que o treino vai ter consequências. “A prática de exercício físico orientado tem benefícios ao nível do bem estar psicológico, humor e aumento de autoestima em crianças e adolescentes”, afirma a personal trainer.

Não há uma idade ideal para as crianças começarem a treinar. Isso pode acontecer logo no início da escola primária, por volta dos seis anos, ou até mais cedo — visto que há muitas crianças no futebol, ballet e até natação quando ainda são bebés. Até porque aos seis anos, já existem muitas crianças que apresentam excesso de peso ou obesidade elevada. 

Mas como é que as escolas ou pais podem motivar as crianças para a prática de exercício físico? Sara responde que “a motivação das crianças ocorre através da componente lúdica, movimento corporal e socialização com os outros.” Os desportos com mais sucesso entre os miúdos são precisamente aqueles que fazemos em grandes grupos.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT