Ginásios e outdoor

Sabia que existe um método natural que pode ajudar a acabar de vez com as insónias?

O ioga facial já conta com muitos adeptos além fronteiras. É uma modalidade simples de aprender e com muitos benefícios .
Uma técnica milenar, mas pouco conhecida.

As insónias, a redução do tempo de sono e as noites mal dormidas que provocam, são um problema para milhares de portugueses. Esta condição pode ter origem no stress, na ansiedade, no trabalho por turnos e até pela falta de uma rotina diária consistente. Se faz parte deste (imenso) grupo de pessoas que dorme mal, existe uma técnica indolor que o pode ajudar.

O ioga facial tem o grande objetivo de ajudar a rejuvenescer o rosto. Aliada à respiração e aos movimentos certos esta técnica trabalha os músculos da cara e tem múltiplos benefícios. Mas atenção: só funciona depois de começar a respirar de uma forma mais profunda e consciente. O ritual relaxante e a pressão nos locais certos acabam por ter efeito noutras condições de saúde. Entre elas destacam-se as insónias, as enxaquecas e bruxismo.

Paula Sá formou-se em fisioterapia e começou a trabalhar em 2006 e interessou-se desde cedo por vertentes de fisioterapia estética. Há 10 anos, partiu para França, onde continuou a acrescentar novas valências ao seu currículo. Entre elas, o ioga e, mais especificamente, o ioga facial.

Afinal como funciona?

O toque é um dos principais elementos a ter em conta durante uma sessão de ioga facial. “Deve ser delicado mas firme”, explica sobre os exercícios de massagem do rosto. “Mas isto não é apenas ginástica facial para tonificar. Há que encontrar um equilíbrio”. “Muitas vezes”, destaca, “nem precisamos das mãos. Só dos movimentos do rosto.”

O processo começa de uma forma bem familiar para quem pratica ioga, com exercícios de respiração e relaxamento. A ideia aqui não é massajar à pressa o rosto e depois a correr  da sessão. “A pessoa tem que estar calma. Se existir stress não vamos conseguir resultados”, alerta.

Com os diferentes movimentos de massagem, a pessoa vai ganhando maior consciência dos músculos do rosto, que é rico em especificidades, “e vamos relaxar músculos hipertónicos. Um dos mais comuns é o da testa, que como está muitas vezes contraído, acabamos por ganhar mais rugas ali. A pressão nesta zona ajuda a dormir melhor e alivia as crises de enxaquecas”. Da mesma forma, a massagem intrabucal é benéfica para quem sofre de bruxismo. 

O ioga facial permite “uma educação para todo este cuidado pessoal”. Há quem procure a técnica por questões muito específicas, seja determinadas rugas à volta do olho, papos, duplo queixo, acne, olheiras. “Numa sessão individual, a pessoa explica-me o que necessita, eu observo e sugiro aquilo que a pessoa deve trabalhar mais e depois elaboramos uma rotina para que ela possa ir fazendo em casa.”

Academia Face Yoga

Por cá, o ioga facial ainda não é uma prática muito conhecida, mas tem adeptos famosos em Hollywood e nos últimos anos tem começado a somar seguidores em França. Em Portugal, ainda é relativamente desconhecido o que levou Paula a apostar na sua divulgação e dinamização. Dois anos depois de se ter lançado nesta aventura, a terapeuta decidiu criar a Academia Face Yoga.

Depois de tantos pedidos e com cada vez mais procura, Paula decidiu dar o passo seguinte e inaugurou uma academia online dedicada ao ioga facial. Esta está dividida em dois segmentos: um programa para quem quer fazer aulas da modalidade, ou uma formação para quem quer se formar como professora de ioga facial. 

“Inspirar e motivar as minhas alunas a cuidarem de si de forma natural, brilhando por dentro e por fora, tem sido uma jornada apaixonante”. Este foi o mote que a levou a criar ambos os programas. Ao longo das aulas irá  partilhar os conhecimentos adquiridos ao longo de 15 anos enquanto fisioterapeuta, os conhecimentos em anatomia, e simetria. “É uma formação diferente, única e completa, com técnicas comprovadas pela experiência e pela ciência, que fornece as ferramentas necessárias para formar professores de ioga facial de excelência”, refere.

As aulas do programa são dadas em direto, via zoom, e mais tarde são disponibilizadas através de uma plataforma. Neste momento, já são mais de 35 horas disponíveis e a academia já conta com mais de 120 clientes. A mensalidade custa 34,99€ e as inscrições vão abrir nos próximos dia 1, 2 e 3 de julho.

No caso da formação para futuros profissionais o processo é semelhante. São seis meses de aulas ao vivo. O curso custa, neste momento, 997€. A partir de 25 de setembro até 17 de outubro, data em que começam as aulas passa para 1.122€.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT