Ginásios e outdoor

Há uma nova escola de ballet — e é só para adultos (com aulas online)

As aulas são dadas online e podem ser em português ou inglês, conforme os alunos de cada turma.
Para todos

Quando chegamos à idade adulta questionamo-nos muitas vezes sobre as coisas que não fizemos. Para algumas ainda éramos muito novos, para outras já não vamos a tempo — ou pelo menos é o que achamos. Isso acontece com coisas simples como aprender a tocar piano, a pilotar um avião ou até a dançar ballet.

No caso desta última, poderá ser mais fácil do que imagina. É que há uma escola de ballet dedicada só para adultos e é mesmo portuguesa. Esqueça os medos e preconceitos e vá conhecer a Studio B Ballet Academy.

Criada janeiro, em plena pandemia, esta academia começou com dois ou três alunos e desde aí tem vindo a crescer, contando agora com cerca de 60 alunos. Mas vamos voltar ao início.

Em 2019, Inês Coelho da Silva foi para Londres fazer o mestrado em Escultura, no Royal College of Art. Ao mesmo tempo, esta jovem de Santa Maria da Feira fez a sua certificação na Royal Academy of Dance para poder ensinar ballet a crianças e começou a dar aulas aos mais pequenos.

Com a pandemia, a jovem de 25 anos perdeu três vezes o emprego no último ano devido aos confinamentos e constrangimentos impostos às aulas. No Natal, quando veio a Portugal visitar os pais, surgiu a ideia de tentar desmistificar a crença de que o ballet é apenas para gente jovem, atlética e com muita experiência. Até porque já tinha pedidos de algumas amigas que gostavam de aprender esta dança.

“Em Londres já dava aulas particulares a uma aluna da minha idade e então decidi começar a dar aulas online porque percebi que em Portugal não existe nada focado só em adultos. Comecei por dar poucas aulas só a duas ou três amigas e conhecidas”, conta à NiT.

Desse início moderado, em janeiro, até agora quase tudo mudou. Já regressou a Londres mas continua a dar as suas aulas para adultos — para as quais também está certificada — online.

Na Studio B Ballet Academy tem agora aulas tão variadas como ballet para iniciados e intermédios mas também preparação para pontas, fortalecimento do core, alongamentos ou Progressing Ballet Technique. Tudo isto acontece através de videoconferência e com grupos pequenos com um máximo de 11 alunos.

“Gosto de poder estar muito atenta a cada um e dar um feedback e explicação detalhados e isso só é possível com grupos pequenos.”

A isto junta-se a possibilidade de as aulas serem dadas em português ou inglês, conforme a turma seja apenas de alunos portugueses ou inclua outras nacionalidades — como chinesa, colombiana, espanhola ou italiana. Ah, e há também um grupo exclusivo no WhatsApp onde alunos e professora vão partilhando ideias e dúvidas ao longo da semana.

Toda a gente pode entrar nestas aulas — que têm alunos homens e mulheres e com idades desde os 18 aos 55 anos —, não é preciso muito espaço, basta uma pequena área, uma cadeira, roupa de desporto confortável e justa e umas meias ou sabrinas. Os preconceitos ficam à porta.

“Para ter corpo de ballet basta ter um corpo e dançar”, frisa Inês.

Quem quiser ter uma aparência mais profissional, a academia tem também um kit com tudo o que é preciso para criar o penteado de bailarina perfeito. É uma bolsa criada em parceria com a artista Maria Teresa Rangel, custa 30€ e pode ser personalizada com as iniciais de cada um gravadas à mão.

Cada aula tem uma duração aproximada de uma hora e custa 7€ avulso ou a partir de 20€ para as mensalidades. Tudo é flexível, não há uma inscrição obrigatória e para experimentar basta enviar uma mensagem através da página de Instagram.

A vantagem destas aulas online é que não perde tempo no trânsito e facilmente arranja uma hora em casa para praticar esta modalidade que faz bem à postura e ajuda a aliviar o stress do dia a dia.

A curto prazo estão já pensados alguns workshops e novas aulas. No futuro, Inês Coelho da Silva gostava de poder transformar a Studio B Ballet Academy num espaço físico, idealmente no Porto.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT