Ginásios e outdoor

Usar maquilhagem durante o treino pode provocar borbulhas (ou pior ainda)

Uma pele livre de imperfeições faz-nos sentir mais bonitas e confiantes. No entanto, alguns cosméticos podem trazer dissabores.
Calma, há alternativas.

Sair do trabalho para o ginásio é a rotina diária de muitos portugueses Quando lá chegámos só há tempo para trocar de roupa, calçar as sapatilhas e entrar na aula de cycling ou na sala de musculação. Com a correria, ou por opção, muitas mulheres não retiram a maquilhagem. Se faz parte deste grupo, o melhor é repensar este hábito.

Mais do que um esquecimento, muitas mulheres escolhem usar maquilhagem durante o exercício simplesmente para se sentirem bonitas e confiantes. No entanto, também há quem o faça porque acredita que os cosméticos impedem a transpiração. “Isto não passa de um mito”, começa por dizer a dermatologista Alexandra Osório à NiT.

A barreira criada pela base, corretores e pó não tem qualquer influência na produção do suor — mas pode tornar-se oclusiva. “O suor pode provocar uma reação química com os produtos de maquilhagem. Pode causar irritação e sensibilidade que resultam manchas vermelhas, ardências e outros sinais de mal-estar”, acrescenta a especialista.

Este hábito pode ser também responsável por um dos problemas que, independentemente da idade, ninguém gosta: a acne. “Algumas fórmulas acabam por obstruir os poros da nossa pele. Quando isto acontece, as glândulas sebáceas (responsáveis pela produção de sebo) ficam inflamadas ou infetadas, dando origem às temidas borbulhas”, explica.

A inflamação é igualmente preocupante para quem sofre de rosácea, outro problema dermatológico causado por uma deficiência na microcirculação cutânea— que é a circulação dos pequenos vasos capilares superficiais da pele. O contacto dos cosméticos, com a transpiração porque pode agravar a inflamação.

No caso do uso de maquilhagem com perfumes, ou álcool, quando exposta à transpiração e ao sol, pode causar uma reação alérgica na pele, “a chamada fotossensibilidade”. “Podem resultar algumas queimaduras que, além de inconvenientes, podem ser dolorosas.”

Embora estas sejam situações raras, para Alexandra Osório “é sempre conveniente retirar a maquilhagem antes do treino, até porque a maioria dos produtos não é resistente ao suor”, logo, depois de um treino a probabilidade de ficar borratada e começar parecer um panda é bastante elevada.

No entanto, se preferir usar, pode optar por algo simples como um blush e uma máscara de pestana à prova de água. Mas, mais importante, sobretudo se estivermos a praticar exercício físico ao ar livre, é o protetor solar.

Ainda assim, são necessários cuidados. “Ao escolhermos o creme devemos ter atenção que seja de toque seco e sensível aos olhos. Isto porque, com a transpiração, o protetor tem tendência a escorrer para as pálpebras e acaba por irritar os olhos.”

No final do treino, devemos sempre retirar então o resto da maquilhagem, lavar a pele após o banho, fazer a rotina de skincare ou, no mínimo, colocar um creme hidratante. “É conveniente que se hidrate a pele, pois após o exercício físico, como se perde muita água, devemos repor a hidratação”.

Após o treino deve, portanto, aplicar um creme hidratante adequado ao seu tipo de pele, realça a dermatologista. “Quem tem uma pele mais seca, deve usar um creme mais gordo”, já que nestes casos a hidratação deve ser reforçada e o creme deve ser usado não só no rosto como em todo o corpo.

A verdade é que, quando pensamos em artigos de beleza resistentes à água, muitas vezes só nos vêm à cabeça as máscaras de pestanas. Porém, já existe uma série de bases, batons, corretores de olheiras, sombras, sprays e afins, capazes de evitar que termine o dia toda esborratada. Resumindo: já consegue tratar do rosto inteiro sem ter receio.

A seguir, carregue na galeria para conhecer a seleção da NiT de cosméticos à prova de água (como bases, máscaras de pestanas e batons) a partir dos 3€.

 

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT