Saúde

Os 5 erros mais comuns que cometemos quando usamos uma máscara de proteção

Utilizá-la sem tapar o nariz, ou retirá-la por momentos e deixá-la no queixo, são dois deles.
Colocar a máscara de forma correta é extremamente importante.

A Direção-Geral da Saúde (DGS) continua empenhada em tornar todos os portugueses em agentes de saúde pública. Desta forma, vão proteger-se a eles próprios e àqueles que os rodeiam. Numa nova tentativa, publicou um vídeo no canal oficial de YouTube, alertando para os erros mais comuns, e graves, em relação ao uso de máscara de proteção.

Este, que é um dispositivo agora obrigatório em várias atividades do dia a dia de cada cidadão, como a entrada em estabelecimentos comerciais, ou o uso de transportes públicos, parece ainda suscitar algumas dúvidas em relação ao seu uso.

O vídeo, que ficou online a 1 de junho, apresenta cinco erros que não podem ser cometidos, pois comprometem a eficácia do uso da máscara: utilizar abaixo do nariz, cobrir apenas a ponta do nariz, deixar o queixo exposto, utilizar debaixo do queixo, ou utilizar com espaços laterais.

A DGS termina o vídeo alertando para que cada um de nós se certifique que a máscara cobre completamente o rosto, desde a ponta do nariz até ao queixo.

“O uso adequado das máscaras é uma medida chave para a sua eficácia e segurança”, pode ainda ler-se.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT