Saúde

Adeus, Covid. Acabou o isolamento obrigatório para infetados

Com a não renovação do estado de alerta, a Covid-19 passa a ser tratada como qualquer outra doença.
Voltamos à normalidade

Era o dia pelo qual todos aguardavam desde há dois anos: o regresso total à normalidade. A partir deste sábado, 1 de outubro, a Covid-19 passa a ser tratada como as outras doenças.

A primeira grande mudança é, claro, o isolamento obrigatório, que deixa assim de vigorar. Segundo o “Público”, o SNS24 deixará também de passas requisições para testes. No que toca às baixas médicas, deixam de ser pagas a 100 por cento.

“A não prorrogação do estado de alerta visa adequar a legislação ao estado epidemiológico atual, equiparando, em termos legais e procedimentos daí decorrentes, a infeção Covid-19 às outras doenças”, confirmou o Ministério da Saúde, citado pelo “Público”.

Este regresso à normalidade não invalida, contudo, as atuais regras em vigor para o uso de máscara, obrigatório nos serviços de saúde e lares.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT