Saúde

Vacina da Janssen: Agência Europeia do Medicamento diz que desmaios “não são incomuns”

Esta reação já tinha sido registada e poderá ser adicionada à lista de efeitos secundários possíveis do fármaco.
Algumas pessoas desmaiaram em Mafra após serem vacinadas.

A vacina da Janssen está sob suspeita em Portugal. Depois de um conjunto de reações adversas em Mafra esta quarta-feira, 14 de julho, após a administração do fármaco o Infarmed anunciou a suspensão deste lote, a DGS anunciou uma investigação à vacina e a task force de vacinação anunciou uma pausa nos sistema de vacinas sem agendamento.

Apesar da preocupação demonstrada pelas autoridades de saúde nacionais em relação a esta vacina, a Agência Europeia do Medicamento (EMA) diz que nada de errado se passa. Segundo a EMA, reações como as que se registaram em Mafra “não são incomuns”. A Agência vai mesmo mais longe e informa que os “desmaios e sincope” poderão vir a incluir a lista de efeitos secundários associados a esta vacina contra a Covid-19 — a única que exige apenas a administração de uma dose.

Em declarações ao “Diário de Notícias”, Georgy Genov (o chefe da equipa de farmacovigilância) revela que existem relatos de “possíveis efeitos secundários” associados a esta vacina. “Não é incomum, jovens descreverem os efeitos colaterais de síncope ou desmaios, então pode muito bem representar um efeito secundário bem descrito”, afirmou, acrescentando que “é, certamente, algo a verificar”, acrescenta.

Por outro lado, Marco Cavaleri (líder da task force da estratégia para as Vacinas, na EMA) reforça que nem todos estes fenómenos podem ser associados às vacinas: “o facto de alguém ter um problema médico ou infelizmente morrer após a vacinação, não significa necessariamente que isso foi causado pela vacina”.

“As quatro vacinas autorizadas na União Europeia proporcionam uma elevada proteção contra todas as cepas que atualmente circulam na UE, especialmente contra doenças graves e hospitalização”, continua Cavaleri, como forma de levar as pessoas a não se sentirem assustadas com a situação.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT