Saúde

Carrinha que transportava mais de 900 doses de vacinas contra a Covid-19 despistou-se

Do acidente resultou um ferido ligeiro. Ainda não se sabe em que estado estão as doses de vacinas.
Vacinação começou a 27 de dezembro.

Despistou-se na manhã desta quarta-feira, 20 de janeiro, uma carrinha que levava vacinas contra a Covid-19 para o Alentejo. Para já, o estado das vacinas estará a ser analisado. O acidente ocorreu na A2, ao quilómetro 60, entre Marateca e Alcácer do Sal. A carrinha, que tinha saído de Coimbra, onde estão a ser armazenadas e distribuídas as vacinas que chegam a Portugal, tinha como destino Ourique.

Apesar do despiste e de a carrinha ter embatido no separador central, deste acidente resultou apenas um ferido ligeiro, o condutor da viatura, e não houve outros carros envolvidos.

De acordo com fonte do Ministério da Saúde, citada pelo “Diário de Notícias”, a carrinha “transportava 152 frascos de vacinas da BioNtech-Pfizer que estavam em distribuição para pontos de vacinação, no Alentejo”. Isto é o equivalente a cerca de 912 doses de vacina, sendo que cada frasco permite a administração de seis doses da vacina.

Apesar do acidente, as vacinas foram rapidamente recolhidas e levadas “pela equipa da GNR que estava a fazer a escolta do transporte, para o Centro Hospitalar mais próximo do local”. Segundo fontes do gabinete da Ministra da Saúde, Marta Temido, “as vacinas estão, neste momento, a ser avaliadas por uma equipa farmacêutica, em articulação com o Infarmed, de forma a verificar se as suas propriedades se mantêm”.

Para garantir que as vacinas necessárias chegavam aos locais onde já eram esperadas, foi entretanto enviada uma nova viatura com vacinas.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT