Saúde

CEO da Moderna acredita que pandemia pode acabar dentro de um ano

Responsável farmacêutico acredita que imunização vai continuar a progredir, mesmo que parte da população continue sem se vacinar.
Vacinação prossegue.

O CEO dos laboratórios Moderna, responsáveis por uma das vacinas contra a Covid-19 que tem sido administrada em Portugal, acredita que dentro de um ano poderemos dar a pandemia por terminada, com a Covid-19 a poder assemelhar-se mais à gripe comum.

As declarações citadas pela agência Reuters foram proferidas em entrevista ao jornal suíço “Neue Zuercher Zeitung”. “Se olharmos para a expansão da capacidade de produção em toda a indústria nos últimos seis meses”, afirmou Stéphane Bancel, “deverão estar disponíveis doses suficientes até meados do próximo ano para que toda a gente no planeta possa ser vacinada”.

Perante este cenário, o CEO da Moderna acredita que o processo de vacinação será decisivo , podendo inclusive beneficiar pessoas que não foram vacinadas.

“Quem não se vacinar vai imunizar-se de forma natural, porque a variante Delta é muito contagiosa”, acrescentou ainda. “Dessa forma, vamos ter uma situação parecida com a da gripe. As pessoas podem vacinar-se e terem um bom inverno. Ou podem não fazê-lo e correr o risco de ficarem doentes e possivelmente até acabarem no hospital”, apontou. Ainda assim, a sua expectativa é que dentro de um ano, o atual contexto pandémico já se tenha alterado.

 

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT