Saúde

Covid-19: Alemanha também quer tornar vacina obrigatória a partir de fevereiro

A obrigatoriedade ainda terá de ser debatida no Parlamento e avaliada por uma comissão de ética. 
Vacina poderá ser obrigatória da Alemanha.

A partir de fevereiro, Alemanha também quer tornar a vacina contra a Covid-19 obrigatória. O anúncio foi feito esta quinta-feira, 2 de dezembro por Angela Merkel, citada pela Reuters no jornal “Público”. Depois da Áustria e da Grécia, a Alemanha é o terceiro país europeu a debater a obrigatoriedade da vacina. 

O governo ainda liderado por Merkel vai instituir a vacinação obrigatória em fevereiro, além de aplicar outras restrições, nomeadamente na entrada em lojas, restaurantes ou museus, naquilo que a chanceler diz ser um “ato de solidariedade nacional”. As medidas ainda têm de ser aprovadas no parlamento antes de entrarem em vigor. 

Os países de língua alemã têm chamado a atenção nos últimos dias pelo seu elevado número de infecções por coronavírus, e a baixa taxa de vacinação, batendo recordes entre os países da Europa Ocidental, quando a Europa está no epicentro da pandemia. “A situação é muito grave e precisamos de tomar mais medidas, além das que já tomámos”, disse Merkel, em conferência de imprensa.

O país vai também impor medidas mais restritivas para os não vacinados (e que não tenham tido Covid-19 há pouco tempo). “Cultura e lazer estarão apenas disponíveis para os que tiverem sido vacinados ou recuperados”, explicou a chanceler. Quem não estiver vacinado vai também ser impedido de contactar com pessoas que não façam parte do agregado familiar.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT