Saúde

Covid-19: dose de reforço será alargada a maiores de 50 anos

O anuncio foi feito por Graça Freitas, que explicou que os portugueses elegíveis serão convocados por SMS.
As máscaras podem voltar.

Graça Freitas anunciou esta quinta-feira, 10 de novembro, que o processo de vacinação contra a Covid-19 será estendido para os portugueses com mais de 50 anos. A confirmação surge após Margarida Tavares, secretária de Estado da Promoção da Saúde, ter afirmado, em entrevista ao jornal “Público”, que a faixa etária em questão poderia ser vacinada.

“Entramos numa outra fase de vacinação. A Comissão Técnica de Vacinação concluiu que os adultos entre os 50 e os 60 anos ainda têm um benefício pela vacinação, ou seja, reduzem a sua probabilidade de terem a doença grave se contraírem a infeção”, afirmou a diretora-geral da saúde, à RTP3.

A vacinação foi, assim,  alargada “para mais cerca de um milhão e meio de pessoas” que têm entre 50 e 59 anos. Questionada sobre quando começará este processo, Graça Freitas esclareceu: “Estamos com Casa Aberta a partir dos 70 anos, estamos agora a convocar agora a faixa etária acima dos 60 e quando esse processo estiver estabilizado, as pessoas dos 50 aos 59 vão receber um SMS a convocá-las para a vacinação”.

A diretora da autoridade de saúde sensibilizou ainda os portugueses para a importância das doses de reforço. Por outro lado, Margarida Alves reforçou que as máscaras serão “vivamente recomendadas nos espaços fechados e eventualmente serão feitas recomendações mais apertadas para os transportes públicos”.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT