Saúde

Covid-19: Porto investe um milhão de euros e oferece 100 mil testes à população

Investimento da autarquia vai permitir a disponibilização gratuita de testes em vários pontos da cidade.
A medida dura até ao final do ano.

A Câmara do Porto vai investir um milhão de euros para comprar 100 mil testes à Covid-19, que serão disponibilizados de forma gratuita aos cidadãos. A medida foi aprovada por unanimidade esta segunda-feira, 6 de dezembro, em reunião da autarquia e poderá ser colocada no terreno já esta terça-feira, 7 de dezembro.

A necessidade destes testes, explicou Rui Moreira, foi discutida com várias entidades, nomeadamente a Associação dos Comerciantes do Porto e à Associação de Bares da Zona Histórica do Porto, que se mostraram favoráveis à medida. Antes de formalizar a proposta, o autarca terá também contactado com Marta Temido, a Ministra da Saúde. “Disse-me que achava excelente porque completava aquilo que estava a ser feito”, contou.

Segundo o presidente da Câmara do Porto, os 100 mil testes “irão ser colocados em zonas cruciais da cidade de forma a que as pessoas possam fazer testes gratuitos (…), contribuindo assim para que as atividades económicas, nomeadamente bares, discotecas e também o futebol, possam funcionar com a normalidade possível.”

Os locais de testagem e os parceiros do projeto não foram ainda revelados. A medida irá vigorar até ao fim do ano. O autarca lembrou que se tratam de “testes antigénio que permitirão que as pessoas, nas 48 horas seguintes, possam circular livremente e ir àqueles sítios onde está a ser exigido o teste. Isso inclui, naturalmente, os turistas.”

“O valor total assumido pelo município do Porto, do presente apoio representará um custo máximo de um milhão de euros”, acrescenta a autarquia, que explica que a “concretização da medida será efetuada através da celebração de contratos públicos de aquisição do serviço de realização de testes rápidos de antigénio, que terá de assegurar o cumprimento das normas legais aplicáveis à celebração de contratos que se inserem no âmbito da aplicação de medidas de prevenção, contenção, mitigação e tratamento de infeção epidemiológica por Covid-19”.

 

 

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT