Saúde

Cuidado: afinal, vírus da Covid-19 pode permanecer nos alimentos durante vários dias

Um estudo realizado no Reino Unido mostra que o vírus sobreviveu durante dias em alimentos como presunto e queijo.
O risco de transmissão é baixo.

Parece que o vírus da Covid-19 se espalha mesmo por todo o lado — e até pode permanecer em certos alimentos durante uns dias, segundo um estudo realizado para a “Food Standards Agency”, do Reino Unido. Os testes realizados em laboratório mostraram o vírus espalhado em embalagens e alimentos, incluindo frutas e bebidas engarrafadas.

Caso não tenham sido bem lavados ou cozinhados, há certos alimentos onde o vírus permanece. O tempo de “vida” varia consoante cada produto mas, segundo o estudo, existe uma quebra significativa nos níveis de contaminação nas primeiras 24 horas.

Por exemplo, em croissants ou pães com chocolate, o vírus pode sobreviver durante umas horas. No caso do presunto, queijo e côdeas de pão, o assunto é mais sério: pode permanecer durante vários dias.

Contudo, a permanência dos vírus varia consoante cada alimento. Aqueles que foram utilizados no estudo foram “inoculados artificialmente com o SARS-CoV-2” e podem não refletir os mesmos níveis de contaminação que, por exemplo, a fruta ou os croissants que se encontram nos supermercados ou pastelarias. 

Apesar do risco de transmissão através de alimentos ser muito baixo, os autores do estudo reforçam a importância de “continuar a seguir rigorosamente as medidas de higiene adequadas”.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT