Saúde

DGS vai decidir se crianças a partir dos 12 anos podem começar a ser vacinadas em agosto

O tema tem sido alvo de debate entre especialistas — e uma das hipóteses é medida avançar mas só para casos específicos.
Vacinar menores em debate.

É possível que, a partir de agosto, os menores portugueses com mais de 12 anos de idade, possam ser vacinados contra a Covid-19. A dúvida não é tanto no quando, mas especificamente em quem.

A maioria dos especialistas da Comissão Técnica de Vacinação Contra a Covid-19 prefere uma abordagem mais conservadora e direcionada, focada em vacinar adolescentes entre os 12 e os 15 anos que tenham comorbilidades, adiantava o “Público”. Este foi um dos pareceres já conhecidos entre nós e que tem lançado o debate.

Mas a possibilidade de vacinar todos os jovens nesta faixa etária mantém-se em cima da mesa. A decisão final caberá à Direção-Geral de Saúde, que terá de ponderar não só o contexto atual mas também o regresso às aulas a decorrer em setembro.

O tema da vacinação de menores tem-se prolongado em diferentes países, e com abordagens distintas. Os ensaios com crianças vacinadas contra a Covid-19 já têm revelado resultados mas foram também iniciados mais tarde do que para a restante população.

No Reino Unido, por exemplo, a abordagem foi direcionada para crianças com comorbilidades. Foi, aliás, divulgada uma lista de doenças consideradas de maior risco e por isso prioritárias para a vacinação de menores entre os 12 e os 15 anos.

Nos EUA, as autoridades de saúde já no final de maio certificavam a eficácia das vacinas nestas faixas etárias, dando mesmo como recomendação geral que todos os menores a partir dos 12 anos fossem vacinados.

Uma das razões para o debate atual deve-se à progressão da variante Delta, uma estirpe mais transmissível do que variantes anteriores e que se tem destacado entre os casos de infeções de faixas etárias mais novas. Daí que uma vacinação geral também nas camadas mais jovens tenha sido defendida por alguns especialistas. Não é de excluir que o processo possa ser iniciado em menores em maior risco e no futuro abranger outros menores. Mas o assunto ainda não é propriamente consensual.

Nesta fase o auto-agendamento de vacinação em Portugal está aberto para a população a partir dos 23 anos. Para a próxima semana deverá ser aberta a possibilidade de agendamento para todos os maiores de 18 anos.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT