Saúde

Dinamarca elimina todas as restrições relativas à Covid-19

A partir de 1 de fevereiro, passará a ser oficialmente considerada uma doença normal, apesar do número recorde de casos no país.
1 de fevereiro é o dia.

A Dinamarca vai eliminar todas as restrições relativas à Covid-19 no próximo dia 1 de fevereiro. A partir dessa data, deixa de ser considerada uma doença crítica para a sociedade: ou seja, deixa de ser obrigatório o uso de máscara, terminam as restrições para todos os serviços e setores — incluindo as discotecas que vão reabrir livremente.

“Estamos prontos para sair da sombra do coronavírus, despedimo-nos das restrições e saudamos a vida que tínhamos antes. A pandemia continua mas já passámos a fase crítica”, disse a primeira-ministra dinamarquesa, Mette Frederiksen, em conferência de imprensa.

Tal como grande parte dos países da Europa (Portugal incluído), a Dinamarca tem registado números recorde de casos diários de infeção. Contudo, tendo em conta a vacinação, a imunidade natural e a menor gravidade da variante Ómicron, a situação é muito menos grave do que anteriormente.

Em Portugal, recorde-se, especialistas do Instituto Superior Técnico defendem que a fase de pandemia no País vai terminar durante o mês de fevereiro.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT