Saúde

Empresa australiana pode lançar vacina para a Covid-19 ainda este ano

Já passou no primeiro ensaio clínico, tendo sido considerada segura.
Há mais de 17,3 milhões de infetados no mundo.

A vacina contra o novo coronavírus que está a ser desenvolvida por uma equipa de investigadoras na Austrália já passou no primeiro ensaio clínico. Os resultados preliminares demonstraram tratar-se de uma opção segura e que gera uma resposta imune em organismos humanos.

Chama-se Covax-19 e está a ser criada por cientistas de Adelaide, uam cidade na costa sul do país, numa colaboração entre a Universidade de Flinders e a empresa de biotecnologia Vaxine.

“Conseguimos confirmar que a vacina Covax-19 consegue induzir uma resposta imunológica apropriada em humanos”, disse Nikolai Petrovsky, investigador naquela universidade e fundador da Vaxine, ao “Sunrise”, citado pelo site australiano “7News”.

Segundo o responsável, a vacina está muito perto de poder ser aplicada em larga escala. No entanto, como os primeiros voluntários não apresentaram quaisquer efeitos secundários relevantes, na segunda fase os investigadores querem incluir já grupos de risco ou mais vulneráveis, como doentes oncológicos, idosos e miúdos. 

“Obviamente que a nossa vacina ainda vai ser sujeita a mais testes até ao ensaio clínico final, mas não há razão nenhuma para não incluir idosos dos lares de Victoria na próxima fase de testes, dar-lhes a vacina e, assim, tentar protegê-los. Sabemos que não lhes vai fazer mal, porque é completamente segura”, defendeu Nikolai.

Para a segunda fase dos testes, que vai decorrer em setembro, estima envolver entre 400 e 500 voluntários. Na terceira e última, o objetivo é chegar aos cinco mil. A Vaxine considera possível lançar a vacina para a Covid-19 ainda este ano.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

Novos talentos

AGENDA NiT