Saúde

Equipas de saúde pública reforçadas com estagiários para o combate à pandemia

Estão a ser realizados vários esforços para reduzir a pressão sobre as unidades hospitalares.
Os alunos vão ajudar.

Na conferência de imprensa de acompanhamento de evolução da pandemia em Portugal, que decorreu esta sexta-feira, 16 de outubro, a diretora-geral da Saúde avançou que está a ser feito um reforço das equipas de saúde pública.

“Estamos com muitos doentes e casos e a investigação epidemiológica implica que a partir de cada caso diagnosticado se vá à procura dos contactos”, disse Graça Freitas, reconhecendo que existe uma enorme pressão sobre os serviços de saúde pública.

Estes contactos são divididos em alto risco, em que têm de ficar em isolamento; e baixo — não têm de o fazer, mas têm de cumprir as regras de segurança e distanciamento.

Para ajudar neste processo, “houve um contacto do Ministério da Saúde com o Ministério do Ensino Superior para que através das escolas de enfermagem os alunos dos últimos anos, acompanhados com os professores, possam fazer estágio nestas unidades de saúde pública e receber treino que numa primeira fase é dado pela DGS”, disse.

Estes estudantes vão ajudar as equipas a realizar inquéritos epidemiológicos, a detetar contactos o mais rapidamente possível e a acompanhá-los, segundo a diretora-geral da Saúde.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm
Novos talentos

AGENDA NiT