Saúde

Especialistas alertam que contágio não garante aos jovens completa imunidade

É o que diz um estudo publicado esta quinta-feira, 15 de abril, numa revista científica.
Mais uma importante investigação no estudo da doença do século.

Os jovens não estão entre os grupos mais vulneráveis à Covid-19, mas são uma fonte de transmissão do vírus. Ao contrário do que se pudesse pensar, mesmo depois de passarem por uma infeção, o contágio do novo coronavírus não garante completa imunidade à população jovem, segundo um estudo publicado esta quinta-feira, 15 de abril, na revista científica “The Lancet Respiratory Medicine”.

A investigação teve como base as informações de 3.249 elementos saudáveis dos Marines norte-americanos, maioritariamente homens, entre os 18 e os 20 anos. Após uma quarentena de duas semanas em casa e outras nas instalações militares, os participantes foram alvo de análise.

Após vários testes à doença e o preenchimento de um questionário sobre sintomas da doença, equipa responsável pelo estudo concluiu que, ainda que se desenvolvam anticorpos após a recuperação da infeção pelo novo coronavírus, é conveniente receber a vacina de modo a estimular a resposta imunitária e evitar reinfeções.

Dos 189 marines que tinham recuperado da Covid-19, 19 (dez por cento) sofreram uma reinfeção, pode ler-se na revista científica. Em contraste, 1079 (48 por cento) de 2.247 participantes que nunca tinham contraído o vírus testaram positivo para a doença.

Segundo os investigadores, os recrutas que nunca tinham estado infetados com o coronavírus tinham cinco vezes mais risco de se contagiarem do que aqueles que já tinham contraído a doença. Por outro lado, perceberam também que a carga viral dos reinfetados era cerca de dez vezes mais baixa do que nos infetados pela primeira vez.

“Embora os anticorpos induzidos pela infeção inicial sejam amplamente protetores, eles não garantem a atividade efetiva de neutralização do SARS-CoV-2 ou imunidade contra a infeção subsequente”, alerta a equipa, acrescentando que as pessoas que já passaram pela infeção podem transmitir o vírus.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT