Saúde

Estas modelos plus size vestiram-se de princesas da Disney para quebrar estereótipos

A influenciadora Natasha Polis quer mais disfarces em tamanhos grandes — e mais representatividade na televisão.
Ouviram bem, Disney?

“Quem me dera ter podido admirar este grupo de mulheres enquanto crescia. Teria feito maravilhas à minha auto-estima”, escreveu a influenciadora Natasha Polis na publicação que lançou o projeto Plus Size Princess.

O Halloween foi o pretexto perfeito para a californiana de 26 anos lançar a iniciativa que pretende não só ser divertido, mas também alertar para uma necessidade de maior representatividade de todos os tipos de corpos: nos filmes de animação e no que toca à criação de disfarces em todos os tamanhos.

“Não só é difícil encontrar corpos grandes como heróis e protagonistas na televisão e nos filmes, muitas de nós tiveram que fazer os seus próprios disfarces para o projeto”, escreveu.

21 mulheres participaram na iniciativa

Juntamente com a amiga e influenciadora Heather Traska, Polis recrutou 21 mulheres plus size para colaborarem na sessão fotográfica que reimaginou dezenas de princesas e protagonistas da Disney. E o objetivo é que sejam capazes de juntar ainda mais.

“Quem me dera que houvesse uma princesa da Disney igual a mim enquanto crescia. Agora estou feliz porque vejo que elas existem para as meninas de todas as formas, tamanhos e cor de pele”, comentou Candice Trevino, uma das mulheres que participou no projeto vestida de Esmeralda.

“Ocupamos mais espaço do que a maioria das pessoas, mas ainda assim os nossos corpos carecem de representação nos media”, atirou ainda Polis num tom bem-disposto.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT