Saúde

EUA ultrapassam as 150 mil mortes devido à Covid-19

Vários estados continuam a ser afetados e a bater recordes. Também o Brasil bateu novo recorde de óbitos.
Mais de 17 milhões de casos no mundo.

Esta quarta-feira, 29 de julho, fechou com um balanço oficial que confirma que mais de 150 mil pessoas já perderam a vida nos EUA devido a complicações derivadas da Covid-19. Os dados mais recentes do instituto Johns Hopkins referem mais de 150.700 vítimas mortais.

Depois de numa primeira fase ter sido o estado de Nova Iorque o mais afetado, o novo coronavírus continuou a propagar-se nos EUA. O país é o grande epicentro mundial da doença e vários estados que se apressaram a terminar com medidas de confinamento têm estado nas semanas mais recentes a bater recordes de contágio.

A primeira morte por coronavírus nos Estados Unidos foi confirmada a 29 de fevereiro. O país chegou às 50 mil mortes a 23 de abril (54 dias depois) e às 100 mil mortes 34 dias depois, a 27 de maio. 63 dias depois, nova barreira é batida.

Entretanto, o Brasil também continua a ser outro país particularmente afetado, tendo passado esta quarta-feira a barreira das 90 mil mortes, além de ter cerca de 2,5 milhões de casos registados. O dia 29 de julho foi mesmo trágico, com novo recorde no espaço de 24 horas: 1.595 óbitos.

Há mais de 17 milhões de casos de Covid-19 confirmados no mundo inteiro, dos quais 4,2 milhões foram registados nos EUA. Mais de 667 mil pessoas já morreram no mundo inteiro devido a complicações da Covid-19.

 

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT