Saúde

EUA vão mesmo avançar com a terceira dose da vacina contra a Covid-19

Autorização de terceira dose da Pfizer é para maiores de 65 anos mas também para uma série diferentes profissões.
Ainda não saímos desta.

A Food and Drug Administration (FDA), o regulador norte-americano dos medicamentos, autorizou a administração de uma terceira dose da Pfizer, concretamente às pessoas com mais de 65 anos ou outros adultos considerados casos de “alto risco”.

A terceira dose está prevista para quem já tenha tomado a segunda dose há pelo menos seis meses. Já a categoria de “alto risco” refere-se a casos de saúde mais vulneráveis à Covid-19 mas também a pessoas que, pelo seu contexto social ou profissional, estão potencialmente em maior risco de contágio.

A autorização da FDS foi anunciada já ao final de quarta-feira, 22 de setembro. Janet Woodcock, responsável da organização. realçou que a decisão foi tomada após serem conhecidas “a totalidade das evidências científicas disponíveis” sobre o tema bem como a deliberação de um comité de especialistas.

“Esta decisão demonstra que a ciência e os dados atualmente disponíveis continuam a orientar as tomadas de decisão da FDA quanto às vacinas contra a Covid-19”, defendeu.

A terceira dose de uma vacina da Pfizer vai assim avançar. Em concreto, podem ser vacinados pessoas com mais de 65 anos, pessoas mais vulneráveis a formas mais graves da Covid-19 e ainda profissionais de saúde, funcionários de creches, de serviços de atendimento ao público como caixas de supermercado e pessoas que trabalhem em estabelecimentos prisionais ou centros de acolhimento de sem-abrigo.

A aprovação do regulador diz respeito à da Pfizer mas já foi feito mesmo pedido relativamente à vacina da Moderna — que se prevê que também seja autorizada em breve.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT