saúde

Europa pode alcançar imunidade de grupo já a partir de julho

Devido ao aumento esperado das entregas das vacinas, esta é a convicção do comissário europeu Thierry Breton.
É o resultado do aumento esperado de vacinas.

Thierry Breton, comissário europeu para o mercado interno, apontou uma data para a chegada da Europa à imunidade coletiva. “Fixemos uma data simbólica: no dia 14 de julho temos a possibilidade de conseguir imunidade a nível do continente”, disse numa entrevista ao canal francês TF1.

Na entrevista, mostrou-se bastante otimista com a chegada das vacinas nos próximos meses. “Estamos na reta final, porque sabemos que, para superar a pandemia, só há uma solução: receber a vacina. As vacinas estão a chegar e vão chegar cá. Entre março e junho, vão ser entregues entre 300 e 350 milhões de doses de vacinas”, explicou.

Chegou mesmo a especificar como será feita a entrega durante os próximos três meses: 60 milhões ainda durante março, 100 milhões em abril e 120 milhões em maio. O comissário disse ainda que na Europa são já 55 as fábricas que estão a produzir vacinas.

Até ao início de março, a União Europeia já tinha entregue 9,64 vacinas por cada 100 pessoas.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT