saúde

Facebook proíbe publicações que desincentivem a vacinação

Depois de informações falsas que tinham sido identificadas por organismos mundiais, a rede social volta a banir certas publicações.
Haverá uma campanha a favor da vacinação.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) o os Centros de Prevenção e Controle de Doenças (CDC) dos Estados Unidos já tinham alertado o Facebook para informações falsas de instituições de saúde que estavam a circular na rede social. Esta terça-feira, 13 de outubro, a empresa liderada por Mark Zuckerberg anunciou que irá proibir publicações e publicidade que vão contra a vacinação.

Apesar de ainda não existir uma vacina contra a Covid-19, a rede social acredita que é importante aconselhar os utilizadores para a gripe sazonal. “Mesmo que especialistas em saúde pública considerem que não teremos vacinas aprovadas e amplamente disponíveis contra a Covid-19 tão cedo, há coisas que as pessoas podem fazer para se manterem mais seguras, como a toma da vacina contra a gripe sazonal”, explicou o Facebook.

A rede social divulgou também que nos Estados Unidos será feita uma campanha sobre a vacina desta gripe para que consiga chegar a um maior número de pessoas e evitar outro tipo de contágios. Em todo o mundo a pandemia da Covid-19 já infetou mais de 37 milhões de pessoas.

 

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT