Saúde

Falta de médicos leva ao fecho da urgência de obstetrícia em Braga

O serviço irá ser encerrado este domingo, 12 de junho. E vai acontecer mais vezes, garante o Sindicato Independente dos Médicos.
A falta de profissionais é preocupante

Esta sexta-feira, 10 de junho, um caso abalou o País: um bebé terá morrido por alegada falta de médicos obstetras no hospital das Caldas da Rainha. Um dia depois, é a vez do Hospital de Braga encerrar, no domingo, 11 de junho, a urgência obstétrica.

O fecho foi anunciado pelo Sindicato Independente dos Médicos e aponta para a verificação de “vários dias com a escala abaixo do número mínimo de médicos ginecologistas/obstetras necessários”.

“Em vez dos necessários cinco médicos ginecologistas/obstetras, o Hospital de Braga tem apenas dois médicos na escala para o dia 12 de junho, quer de dia quer à noite”, refere o sindicato em comunicado divulgado pela “Lusa” e citado pelo “Observador”.

O cenário irá repetir-se a 18 de junho, altura em que se prevê que estejam escalados apenas dois médicos ginecologistas/obstetras” para o turno da noite, “situação que inevitavelmente levará a novo encerramento da Urgência de Obstetrícia”.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT