Saúde

Filho de Pedro Chagas Freitas já deixou os cuidados intensivos

O escritor deixou uma mensagem nas suas redes sociais onde aborda o luto pelo pai que faleceu há quatro meses. 
Benjamim tem seis anos.

Numa luta que já o acompanha desde os três meses, Benjamim, o filho de Pedro Chagas Freitas, continua a debater-se com uma doença rara e incurável. Após uma recaída que obrigou a nova cirurgia (pós-transplante) e ao regresso à unidade de cuidados intensivos (UCI), a sua situação estabilizou.

O rapaz de seis anos permanece internado, mas já saiu da UCI do Hospital Pediátrico de Coimbra. O escritor recorreu às redes sociais para refletir sobre a necessidade de arranjar força para enfrentar a situação, abordando o tema do luto.

“O meu pai morreu há pouco mais de quatro meses. Ainda custa dizer, ainda nem tive tempo para ouvir, para ler, para sentir, estas palavras na minha cabeça”, desabafou Chagas Freitas esta segunda-feira, 8 de julho. 

“Nunca precisei tanto de ti como agora. Falo como posso contigo, todos os dias, no meio dos corredores do hospital, no quarto, à noite, quando o Benjamim adormece”, acrescentou.

O filho de Chagas Freitas foi diagnosticado aos três meses com deficiência de alfa-1 antitripsina, uma doença genética hereditária que pode levar ao desenvolvimento de doenças pulmonares e/ou hepáticas. Esta é também a causa genética mais comum de doença hepática em miúdos.

Segundo o escritor, a doença tirou qualidade de vida ao filho e “interrompeu-lhe a alegria tantas vezes”. Chagas Freitas sublinha que Benjamim “nunca terá estado um mês seguido livre do que ela lhe traz”.

Após vários exames e tratamentos, a única hipótese viável era o transplante. Como os pais eram incompatíveis, fizeram um apelo nas redes sociais para conseguir acelerar o processo de encontrar um dador vivo. Esta era a única solução para quem o menino “pudesse ter a vida que merece, e não esta aflição ao virar de cada dia”.

Apesar dos sinais positivos no sentido da recuperação, o escritor salienta que Benjamim “ainda tem um caminho grande para fazer”, na mensagem focada no luto pelo pai que faleceu há quatro meses. 

Leia o artigo da NiT sobre a doença que levou o filho de Pedro Chagas Freitas a precisar de um transplante. 

 
 
 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação partilhada por Pedro Chagas Freitas (@pedrochagasfreitas)

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT