Saúde

Fim da pandemia em Portugal poderá acontecer em fevereiro, defendem especialistas

Vacinação e contágios vão contribuir para super imunidade. A Covid-19 tem de passar a ser encarada como outras doenças, dizem.
A imunidade em Portugal está a crescer.

A fase final de pandemia da Covid-19 — e a transição para endemia — vai acontecer no final de fevereiro, diz um grupo de peritos do Instituto Superior Técnico da Universidade de Lisboa. Num relatório citado pela “CNN Portugal”, dizem que a doença provocada pelo novo coronavírus vai tornar-se, como tantas outras, uma doença normal que não afete a vida de toda a sociedade.

“É altura, a partir de meados de fevereiro, de preparar o pós-Covid-19 no País, pois os sistemas de saúde terão agora de preparar uma resposta para as pessoas em número a estimar que poderão sofrer de Covid longa e manter alguma reserva de resposta para eventuais variantes”, pode ler-se no documento coordenado por Rogério Colaço.

Os especialistas dizem que, nessa altura, já terá sido ultrapassado o pico desta quinta vaga. Com a vacinação e os contágios, a imunidade em Portugal será enorme — descrita mesmo como super imunidade. Isto significa que, durante o mês de março, é inevitável que os casos comecem a descer — porque não existirão muitas mais pessoas para infetar. 

“Entre vacinação e infeção, depois do final de fevereiro toda a população terá alguma imunidade ao vírus”, defendem. Até lá, entre 1 e 12 de fevereiro, espera-se que o número diário de casos positivos de Covid-19 possa atingir os 150 mil. 

Outro especialista, Pedro Simas, já tinha defendido que esta é a altura de desconfinar. “Não deve haver ninguém em Portugal que não tenha imunidade para este vírus”, afirmou.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT