Saúde

Foram contratados 4300 profissionais de saúde para combater o novo coronavírus

A maioria são assistentes operacionais e enfermeiros, segundo o secretário de Estado da Saúde.
Abriram mais vagas.

“Foram contratados, no âmbito da resposta à Covid-19, cerca de 4300 profissionais de saúde”, revelou o secretário de Estado da Saúde, esta sexta-feira, 7 de agosto, durante a habitual conferência de imprensa sobre a doença.

Destes, mais de 1800 são assistentes operacionais, mais de 1300 enfermeiros, cerca de 170 são médicos, entre outros profissionais. São “todos cruciais e importantes”, destacou António Lacerda Sales, aproveitando o momento para agradecer todo o trabalho ao longo destes meses.

O responsável avançou que foram abertos 435 postos de trabalho na especialidade de Medicina Geral e Familiar. “O maior número de vagas para médicos de família dos últimos tempos”, disse.

Foi também aberto o maior número de sempre de vagas para “as zonas do País que mais dela necessitam”: Algarve, Beiras e Trás-os-Montes. Os profissionais de saúde que se candidatarem às vagas para estas zonas terão direito a incentivos. Há também 2400 vagas para a formação no internato geral.

Segundo o secretário de Estado da Saúde, este reforço vai não só ajudar na resposta à pandemia, mas também a todas as outras áreas da saúde.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT