Saúde

Fumar pode espalhar Covid até oito metros de distância

Segundo vários pneumologistas, até nas esplanadas há riscos para frequentadores e trabalhadores.
São pedidas medidas.

Com o fumo de tabaco emitido por uma pessoa, o vírus do coronavírus pode propagar-se até oito metros. O aviso foi feito pela Sociedade Espanhola de Pneumologia e Cirurgia Torácica (SEPAR), que adianta que, assim sendo, as esplanadas de bares e restaurantes tornam-se locais “inseguros” para frequentadores e trabalhadores, se for possível fumar.

Segundo o jornal espanhol “La Vanguardia“, os especialistas que fazem o alerta já apresentaram ao Ministério da Saúde cinco medidas “indispensáveis” que deverão ser incluídas na reforma da atual Lei Antitabaco, uma das quais é que as esplanadas permaneçam livres do fumo do tabaco e das toxinas liberadas pelos dispositivos eletrónicos usados ​​para vapear.

“A propagação do vírus SARS CoV2 é causada por aerossóis ao respirar, sendo maior ao realizar atividades como fumar ou vaping. Em espaços com fumadores ou vapers, os coronavírus com diâmetros de 0,1 mícron podem juntar-se a partículas maiores do fumo de tabaco, podendo esses aerossóis carregados de partículas virais atingir distâncias de oito metros”, garantem.

Além disso, a sociedade de pneumologistas considera que esta medida não deve ser aprovada apenas para evitar a propagação da Covid-19 nas esplanadas, mas de forma permanente, para que “ajude a prevenir a propagação desta e de outras infeções respiratórias”. Os especialistas lembram que o tabaco mata anualmente 60 mil pessoas por ano em Espanha, das quais uma percentagem corresponde à exposição ao fumo em não fumadores; e que que se estima que, na Europa, pelo menos 22 mil mortes por ano ocorram devido ao tabagismo passivo.

A SEPAR alerta ainda que existem evidências científicas sólidas que demonstram uma perigosa associação entre a Covid-19 e o tabaco, uma vez que a exposição às toxinas do tabaco está relacionada com apresentações mais graves e um pior desfecho desta doença.

“A presença de histórico de tabagismo aumenta em 79 por cento as chances de precisar de internação na UTI ou de morrer, e em 96 por cento de desenvolver Covid-19 grave”, segundo a SEPAR.

O aviso da propagação do vírus já tinha sido feito em abril de 2021 pelo Ministério da Saúde da Espanha, que garantira estar a preparar um projeto de proposta de lei para proibir o fumo nas esplanadas de bares e restaurantes , qualquer que seja a circunstância e independentemente de haver ou não uma distância de segurança entre as pessoas.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT