Saúde

Governo anuncia fim do uso obrigatório de máscaras nos transportes públicos

Também vai cair a obrigatoriedade de as usar em farmácias. Ainda não foi avançada a data de entrada em vigor da medida.
A notícia que muitos esperavam.

O uso obrigatório de máscaras em transportes públicos vai chegar ao fim, anunciou esta quinta-feira, 25 de agosto, o governo após uma reunião do conselho de ministros. Marta Temido, a ministra da Saúde, afirmou que há uma “tendência estável de casos” para alterar a regra que estava em vigor desde 2020.

A máscara vai deixar de ser necessária para viajar de autocarro, táxi, veículos TVDE, avião e comboio. Também vai deixar de ser obrigatória em farmácias. No entanto, vai continuar a ser necessária em hospitais, centros de saúde e nas estruturas residenciais para idosos, tal como os lares.

“Atendendo à manutenção da evolução favorável e, com uma tendência estável e controlada do número de casos, e também à informação científica de que vamos dispondo a cada momento, entendeu-se ser adequado pôr fim a obrigatoriedade da utilização do uso de máscara ou viseiras”, acrescentou Marta Temido.

No final de julho o governo português informou que a obrigatoriedade de utilização de proteção facial continuaria em vigor até 31 de agosto. Ainda não foi divulgada a data exata em que o seu uso deixará de ser obrigatório.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT